Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Gestor de hotel não gostou de o ver em Call of Duty: Modern Warfare 2

Poderá avançar com medidas legais.

Quando os fãs de Call of Duty começaram a jogar a campanha de Modern Warfare 2, o nível em Amesterdão deu logo que falar devido ao realismo da recriação da cidade, mas nem todos acharam piada.

Segundo avançado pelo PCGamer, Roy Tomassen, gestor do Hotel Conservatorium em Amesterdão, recriado em Modern Warfare 2 como o Hotel Breenbergh, não gostou nada de ver o seu hotel num jogo que incita o uso de violência.

"Tomámos nota do facto que o Hotel Conservatorium está de forma indesejada numa cena do novo Call of Duty e não apoiamos jogos que parecem encorajar o uso de violência," disse Tomassen.

Uma vez que "o jogo de forma alguma reflete os nossos principais valores, lamentamos o nosso aparente e indesejado envolvimento," acrescentou o gestor do hotel em Amesterdão.

Um dos possíveis passos para os responsáveis pelo hotel poderá passar por avançar com um caso legal nos tribunais pelo uso da imagem do edifício em Modern Warfare 2.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários