Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

George R.R. Martin diz que a sua contribuição para Elden Ring foi pequena

Diz que a maioria do crédito deve ir para Miyazaki.

Quando Elden Ring foi anunciado, o envolvimento de George R.R. Martin, o aclamado escritor da saga "A Song of Ice and Fire", foi razão para deixar os jogadores entusiasmados. A combinação entre a From Software e Martin parecia uma combinação feita nos céus.

Agora, numa publicação do seu blogue em que celebra o lançamento e aclamação crítica de Elden Ring, o escritor de 73 anos confessou que o seu envolvimento no desenvolvimento do jogo foi pequeno.

"Claro, quase todo o crédito deve ir para Hidetaka Miyazaki e a sua equipa incrível de designers que trabalharam neste jogo por metade de uma década ou mais, determinados a criar o melhor videojogo de sempre," disse George R.R. Martin.

"Sinto-me honrado por conhecê-los e ter trabalhado com eles, e por ter tido uma parte, embora pequena, na criação deste mundo fantástico e por tornar Elden Ring num gigantesco marco," concluiu.

Aparentemente, George R.R. Martin contribuiu para Elden Ring na criação do lore e pano de fundo para os acontecimentos do jogo, no entanto, várias reviews apontaram que é difícil ver o "dedo" do escritor na história.

Sobre o Autor
Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários