Under Night In-Birth Exe:Late

Um "fighting game" que é um sucesso no Japão, mas ainda é desconhecido pelos ocidentais. Esta versão pode fazer justiça.

Under Night In-Birth Exe [st] - Análise

Não me lembro de um mês tão forte em lançamentos de jogos de luta como o último. Em pouco mais de três semanas, Street Fighter V ganhou uma versão arcade gratuita, Dragon Ball entrou no universo dos "fighting games" pela mão da veterana Arc System Works, enquanto Dissidia Final Fantasy NT ajudou a completar um naipe de obras que ganha assinatura com este surpreendente Under Night In-Birth Exe [st], um jogo de luta muito badalado no Japão, especialmente na sua versão arcade, pela qual se notabilizou.

O jogo revela o melhor esforço, até à data, dos japoneses French Bread (em colaboração com os japoneses da Ecole Software), que em 2012 começaram a batalhar por um lugar cimeiro no ranking dos melhores lutadores, sabendo que nunca teriam uma tarefa tão fácil como desejavam, quando os mais poderosos e experientes estúdios continuam a fazer valer os seus argumentos. A Arc System Works tem sido consistente, mas não vem de tão longe como uma Capcom, presença assídua desde a criação do género e normalmente uma garantia de qualidade, quando não tropeça por distracção. O pequeno e menos experimentado estúdio que nos levou a jogar esta versão [st] para a PlayStation 4, desde há uns anos que é apoiado pela Arc System Works na edição para o território nipónico. O salto para a Europa opera-se por intermédio da PQube (Raiden V: Director's Cut).

Exe [st] é quase o mesmo jogo lançado anteriormente na PS3, mas chega à PS4 com novas personagens, um apetecível modo história e com algumas alterações à jogabilidade, novidades que só por si justificam esta análise. Não ficaram desencantados se jogaram a obra inaugural na PS3, que na verdade pouco fica a dever a obras como Persona 4 Arena e até mesmo Blazblue. A estética animé convence e a isso ainda acresce um bom sistema de jogo, lutadores bastante interessantes e um bom desempenho em termos gráficos. Apesar de arredado da grande montra, talvez devido às restrições orçamentais para publicidade, quem já conhece os cantos desta casa sabe que este é "fighting game" muito sólido e competente, apto tanto para novatos como para jogadores mais experientes.

Read more...

ArtigoUnder Night In-Birth Exe [st] mostra a sua chama - Antevisão

Fighting game 2D pensado para os amantes dos jogos de luta e anime, com a chancela Arc System Works.

O ano começa em grande para os entusiastas de fighting games. Com a Arcade Edition de Street Fighter V na berra, para o dia 26 do mês está previsto o lançamento de Dragon Ball FighterZ, popular franquia detida pela Bandai Namco, pela primeira vez em formato fighting game 2D, desenvolvido pela muito experiente Arc System Works.