Sin and Punishment: Successor of the Skies

Eventos importantes

ArtigoSin and Punishment: Star Successor

Tesouro agora disponível na Wii U.

Criada em 1992 por antigos produtores da Konami, a Treasure nasceu para triunfar no mundo dos videojogos. Titular de valiosos produtores, designers e engenheiros, em poucos anos o estúdio assumiu um estatuto especial na então voraz e galopante produção japonesa. Detentora de um impressionante currículo, jogos de comprovada qualidade, tanto junto da crítica como dos fãs, durante muito tempo o estúdio foi sinónimo de produção com qualidade, reluzindo particularmente no ocidente.

Sin and Punishment: Successor of the Skies

Sin & Punishment: Successor of the Skies - membro de um género que tem sido incompreensivelmente ignorado ao longo dos anos - aparece-nos como a sequela de Sin & Punishment para a Nintendo 64 (e disponível na Virtual Console). Sendo um shooter on-rails a progressão no nível está fora do controlo do jogador e cabe-nos com o analógico movimentar o personagem e com o Wii Remote apontar para aquilo que pretendemos destruir.

Regra geral só paramos de avançar se um inimigo realmente grande atravancar o ecrã (algo que ocorre com certa frequência) o que significa que há sempre dezenas de coisas a ter em conta, sejam os vários inimigos ou inúmeros projécteis. É portanto necessário apreender como utilizar a esquiva no momento certo para evitar a aparentemente incontornável barragem de artilharia.

Poder utilizar o Wii Remote e apontar para qualquer local do ecrã é libertador e uma das grandes razões para Sin & Punishment ser tão divertido, apesar do grande desafio que representa coordenar os disparos com a tentativa de manter o personagem a salvo de fogo inimigo.

Read more...

Sin & Punishment: Succesor of the Skies

Os humanos explodem quando morrem?

Um contador com o número de alvos destruídos. Ali aninhado no canto inferior direito, que coisa mais útil. Quer dizer, quando se chega ao final da primeira etapa do primeiro nível de um jogo (coisa que leva pouco mais de um punhado de minutos) e esse contador marca 167, torna-se mais fácil colocar em perspectiva a acção que se desenrola à nossa frente.