Shadow of the Tomb Raider Análises

Shadow of the Tomb Raider - Análise - Exterminadora Implacável

Shadow of the Tomb Raider é a conclusão para a trilogia iniciada em 2013 com o reboot de Tomb Raider. Um sensacional jogo de aventura e acção que catapultou Lara Croft para a era moderna, após 5 anos perdida no limbo. O grande mérito desse Tomb Raider foi dar início a uma nova versão da personagem, com os pés assentes na actualidade, combinando escaladas entusiasmantes, exploração de túmulos, puzzles simples, tiroteios frenéticos e uma Lara mais humana - ainda a descobrir-se, inocente e constantemente a demonstrar o sofrimento quando se magoava.

Tudo aquilo que era preciso para criar uma experiência para a qual se podia argumentar que justificava usar o nome Tomb Raider, combinado com as tendências actuais para o tornar mais apelativo para as massas. Diria que conseguiu o seu propósito e deu novamente valor ao nome Lara Croft. Em 2015, Rise of the Tomb Raider chegou e apostou nos mesmos valores, acompanhados por novidades. A narrativa sofreu, cometeu alguns erros e colou-se demasiado a outros jogos focados num estilo similar, mas deixou boas indicações para um possível terceiro jogo.

Shadow of the Tomb Raider é esse terceiro jogo - que completa esta história de Lara Croft. A jornada misteriosa que começou com Lara à procura de se descobrir enquanto tentava desvendar mistérios do passado da sua família. A jornada transformou-se numa luta desenfreada contra a organização Trindade e está agora prestes a terminar.

Read more...