Shadow of the Colossus Destaques

ArtigoTop Eurogamer: Os jogos obrigatórios de 2018!

Chegou a altura de fazer uma retrospectiva do ano.

O ano está quase a terminar! 2018 foi, sem dúvida, um excelente ano para quem adora videojogos, recheado de lançamentos marcantes e de jogos que nos divertiram imenso e que nos levaram aos mais incríveis mundos virtuais. Sabemos que ainda faltam algumas semanas para o final do ano, mas a equipa do Eurogamer Portugal decidiu que estava na altura de recapitular quais foram os videojogos de 2018 que foram considerados Obrigatórios nas nossas análises.

Shadow of the Colossus da Team Ico é tão respeitado e acarinhado pela audiência PlayStation pois é um jogo que levou a PS2 até onde nunca tinha ido, mas também graças ao seu estilo e atmosfera especiais, que o distinguem de tudo o resto. É o tipo de jogo que chega muito raramente - uma experiência que fortalece o teu gosto pelos videojogos.

ArtigoShadow of the Colossus renasce na PS4

O remake está impressionante.

Shadow of the Colossus tornou-se num dos grandes clássicos dos videojogos. Lançado já na recta final da PlayStation 2, o título desenvolvido pela Team Ico, com Fumito Ueda ao leme, fechou com uma chave de ouro uma geração que nos trouxe títulos fantásticos que ainda hoje são relembrados. Para homenagear este clássico, e torná-lo mais apelativo para uma nova geração de jogadores, a PlayStation investiu num remake. Sim, é um remake e não mais uma remasterização (já houve uma remasterização para a PlayStation 3 como parte da Ico & Shadow of the Colossus Collection). A Bluepoint Games, um estúdio conhecido pela sua experiência em remasterizações, está a desenvolver de raiz o remake para a PlayStation 4, modernizando-o e dando-lhe uma qualidade visual digna da actual geração de consolas.

Depois de revisitar ICO, o Digital Foundry olha agora para o segundo clássico PlayStation 2 de Fumito Ueda - Shadow of the Colossus. Temos vídeo cristalino do conceito inicial, análise à forma como o jogo usou novas técnicas para criar o seu mundo e personagens, sem esquecer novas capturas da PS2 original, para terem uma ideia do quão 'cinematográfico' era o rácio de fotogramas.