Metal Gear Solid 5 Features

ArtigoAs melhores prendas de Natal de 2015 para um Gamer

Não sabes o que oferecer a familar ou amigo? Nós ajudamos.

Sê bem-vindo ao nosso guia de compras de Natal para os fãs videojogos. Se és um pai, mãe, familiar, ou simplesmente um amigo desesperado que não sabe o que oferecer este Natal a uma certa pessoa, mas sabes que ele gosta de jogar, então a nossa lista vai ajudar-te! Para facilitar, separámos cada plataforma por página. Deste modo, basta saberes qual é a plataforma na qual o teu filho, familiar ou amigo joga. Depois, só tens que escolher um ou vários dos presentes que seleccionados para aquela plataforma.

ArtigoOs 10 jogos mais aguardados para o final de 2015

Este ano promete ser uma boa colheita.

Estamos a entrar na recta final do ano, o que no mundo dos videojogos é sinónimo de uma enchente de lançamentos que torna difícil a vida de qualquer um, seja pelo tempo requerido para desfrutar de todos os jogos que queremos jogar, ou simplesmente porque a carteira não aguenta. A única forma de lidar com a situação é elaborar uma lista com os títulos que vocês realmente querem jogar, excluindo assim aquelas propostas que até podem ser interessantes e muito boas, mas que não vos entusiasmam tanto.

Digital FoundryDigital Foundry: Jogámos a Metal Gear Solid 5

Pode a Xbox One aguentar os 60fps a 900p? Como se compara com a PS4?

Se ainda tens dúvidas, Metal Gear Solid 5: The Phantom Pain vale a pena ser comprado na PlayStation 4 e Xbox One. A versão One em particular melhorou muito desde Ground Zeroes - apresentando agora uma resolução nativa a 1600x900, um aumento enorme sobre a desanimadora 720p do ano passado. Mas como se compara com 1080p que temos na PS4 - será que o aumento na resolução afecta a performance?

ArtigoMetal Gear Solid V: The Phantom Pain - antevisão

Jogámos 10 horas. Será o melhor Metal Gear de Kojima?

Desde Metal Gear Solid, lançado para a PlayStation em 1998, que o japonês Hideo Kojima inaugurou um dos capítulos mais relevantes da indústria dos videojogos. Sempre à luz de coordenadas cinematográficas mas complementares a grandes sequências interactivas, especialmente no campo da espionagem e acção furtiva, todos os Metal Gear que sucederam ao primeiro da era moderna dos videojogos deixaram-nos sempre sob grande expectativa ao longo dos meses que antecederam os respectivos lançamento. Agora que nos aproximamos do lançamento The Phantom Pain, é natural um aumento da expectativa. Personagens apelativas, ligações à História, com períodos da guerra fria e da escalada vivida pelo ocidente e o oriente ao longo de décadas, num cruzamento de personagens infiltradas e exércitos privados, até à construção de novos cenários e possibilidades científicas, Kojima surpreendeu-nos sempre com reviravoltas, tramas quase intermináveis, boss fights esmagadoras, muitas delas verdadeiros momentos inesquecíveis, e inúmeras personagens, entre heróis e vilões, das quais dificilmente nos desligaremos.

ArtigoOs jogos mais aguardados de 2015 da redação

Este é um ano muito promissor.

Agora que estão escolhidos os melhores jogos de 2014 para a equipa do Eurogamer Portugal, eis que chegou o momento de revelarmos que jogos aguardamos com mais ansiedade em 2015. Com tantos jogos com imenso potencial escolher apenas um não é fácil, mas depois de alguma reflexão sobre a questão, a nossa lista é a seguinte:

Digital FoundryVida após Ground Zeroes - novidades em MGS5: The Phantom Pain?

O Digital Foundry explora a demo E3 de 30 minutos.

No início deste ano tivemos uma amostra de Metal Gear Solid 5 em Ground Zeroes lançado para quatro consolas diferentes. Foi um jogo impressionante com um robusto motor gráfico mas representava apenas uma pequena fatia do que será Metal Gear Solid 5: The Phantom Pain, que chega no próximo ano. No entanto, o lançamento de um vídeo 1080p60 da demo E3 de 30 minutos (a 50mbps h.264) permite-nos atualizar sobre algumas das mudanças visíveis observadas nesta demo contra o que tivemos em Ground Zeroes.

Vê o novo trailer de Metal Gear Solid 5 a 60fps

Os padrões de Hideo Kojima para Metal Gear Solid 5 são fáceis de ver. Poucos programadores colocam os 60fps como alvo e menos ainda conseguem sequer alcançar uma experiência perfeitamente suave e completamente fixa. O Kojima Productions alcançou isso com Ground Zeroes e o mais recente trailer E3 2014 dá-nos a oportunidade para ver se a tecnologia é capaz do mesmo com um leque mais exigente de personagens, ações e locais.

Entre o novo trailer que foi revelado antes da prevista estreia na conferência Sony, entre os limites ao rácio de fotogramas do YouTube e o impacto na qualidade do típico live stream, podemos dizer que a maioria das pessoas ainda não viram em toda a sua glória a mais recente oferta de Kojima.

Apesar de estarmos limitados a 720p pelo menos podemos passar um pouco de tempo na codificação para ter a melhor qualidade possível para streaming e claro, tens toda a resolução temporal do vídeo original. Acima disso, também geramos uma transferência a 720p60 que o teu computador ou consola (de anterior geração) pode visualizar.

Read more...

Na GDC da semana passada, o Kojima Productions revelou a quinta entrada na série Metal Gear Solid, The Phantom Pain, que incorpora também Ground Zeroes anunciado anteriormente. Como os dois se encaixam precisamente é actualmente incerto, apesar do próprio Hideo Kojima ter sugerido no Twitter que GZ age como prólogo a TPP e que os dois são ligados por um período no qual o protagonista do jogo fica em coma. Mas Kojima é um mestre do engano portanto quem sabe? O elo entre os dois que temos a certeza, é que ambos os correm no novo ambicioso motor FOX Engine, inicialmente apresentado com GZ no ano passado, e que o jogo vai ter uma renovação radical do esquema de jogo tradicional de MGS: as novas aventuras de Snake decorrem numa série ambiciosa de ambientes de mundo aberto.

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain - Análise ao Trailer

ArtigoMetal Gear Solid V: The Phantom Pain - Análise ao Trailer

Será que existem informações escondidas?

Depois de nos ter aguçado o apetite com os trailers e demonstrações de Ground Zeroes, Hideo Kojima e a sua Kojima Productions da Konami confirmaram finalmente na Game Developers Conference 2013 que não existe Joakim Mogren nem Moby Dick Studio, o que existe é mesmo Phantom Pain, que na verdade é Metal Gear Solid V. Não existem dois jogos apenas MGSV, sendo Ground Zeroes o início.

O trailer de 5:50 dá-nos a conhecer bastantes informações mas existem sempre pequenos pormenores e detalhes que nos escapam. Por isso mesmo decidimos espreitar mais uma vez o trailer e tentar encontrar momentos que possam indicar mais do que estará para vir. É que com Kojima podemos contar com tudo e ao mesmo tempo não podemos contar com nada, nem tudo é o que parece com este homem.

O trailer começa numa sala de operações e o espectador assiste pelos olhos de alguém que está deitado ao lado de Big Boss e Kazuhira Miller enquanto médicos tentam reanimar o grande herói da série Metal Gear Solid. Quando é declarado que está a entrar em paragem cardíaca arranca com um estilo que só Kojima poderia prever a música "Not Your Kind of People" dos Garbage. Podemos claramente ler FOX e respectivo símbolo no ombro de Big Boss.

Read more...

ArtigoMetal Gear Solid: Ground Zeroes - Antevisão

O futuro de Kojima para Snake.

Se no backstage Kojima (uma das regalias de estarmos na Eurogamer Expo 2012) já demonstrava empenho e concentração mesmo nas mais banais das situações, na conferência demonstrou porque tem toda uma legião de apaixonados fãs que o seguem. Sentado na sala de conferências a meros metros de Hideo Kojima, figura de referência para esta pessoa que escreve estas linhas, foi fácil perceber o incrível fascínio e curiosidade que o Japonês tem tanto pelo cinema Norte Americano como pelas produções Ocidentais videojogáveis. Desde a sua curiosidade a assistir ao mais recente trailer de Dishonored como à sua atenção a presenciar o trailer do mais recente filme de Jake Gyllenhall, Kojima demonstra que está sempre à procura de formas de inspiração e de se manter atualizado quanto ao que vai sendo feito nos mais variados formatos de entretenimento. Talvez por isso seja fácil compreender porque teima em não largar a sua icónica série Metal Gear Solid, pois a cada nova entrada na série podemos claramente sentir que Kojima quer transmitir algo melhor, maior, mais emotivo, mais atualizado e mais avançado.

ArtigoLightning Regressa, Ground Zeroes e Nova geração

Aqui está novo rescaldo semanal protagonizado pela comunidade.

Eis o primeiro rescaldo semanal de Setembro, aquele artigo que acontece uma vez na semana e tenta sumarizar num só os grandes destaques da semana. Como habitual, a comunidade tem um papel de destaque e tentamos aqui também fazer uma ponte com a redação, uma tentativa de partilhar um pouco mais da nossa opinião pessoal sobre estes assuntos. Nós que acima de tudo somos jogadores.