Destiny 2 Destaques

ArtigoO futuro de Destiny sem a Activision

Positividade acompanhada de incerteza.

Ontem a Bungie anunciou, inesperadamente, que começou a dar os primeiros passos para se divorciar da Activision e recuperar os direitos de publicação de Destiny. Para que conste, a Bungie ia recuperar eventualmente os direitos de publicação de Destiny. O acordo entre a Activision e a Bungie, assinado por ambas as partes em 2010, delineou um plano até 2020 para lançamentos de vários jogos e expansões da franquia Destiny. Assim que o contrato fosse terminado, a Bungie recuperaria os direitos de publicação de Destiny, que em 2010 passaram para a Activision.

ArtigoAté agora, Destiny 2 Forsaken é surpreendentemente refrescante

As nossas impressões depois de acabar a nova campanha.

Destiny 2 Forsaken é definitivamente a última oportunidade para a Bungie se redimir. Com a reputação da série já danificada consideravelmente ao longo dos anos, chegamos a um momento em que o estúdio já não se pode dar ao luxo de errar. A nova expansão, Forsaken, que ficou disponível ontem, é o pináculo de uma estrada que a Bungie começou a percorrer há meses, um caminho para a redenção perante os fãs que tanta frustração têm aguentado.

Aqui estou eu de volta para falar sobre Destiny, o jogo no qual investi mais horas em toda a minha vida e que agora simplesmente está encostado na prateleira, à espera que algum dia a Bungie finalmente perceba o que tem de fazer para salvar a sua propriedade intelectual. Não estou a exagerar, neste momento Destiny 2 é um jogo ligado às máquinas, com um número total de jogadores em queda e sem uma solução eficaz à vista. Apesar do plano delineado pela Bungie, e de algumas das coisas enumeradas já terem sido implementadas, o apelo da sequela é reduzido. Há casos de jogadores que até voltaram ao primeiro jogo, o que demonstra um retrocesso em alguns aspectos da sequela.

A actualização Xbox One X de Destiny 2 apresenta tudo o que esperarias de um estúdio talentoso a trabalhar num hardware muito poderoso, o que significa poucas surpresas. A aguardada actualização pega nas funcionalidades visuais das versões Xbox One e PlayStation 4 e eleva-as para bela 4K - nada mais, nada menos. Em termos de gameplay, o salto para 4K é feito sem compromissos na experiência, significando um jogo tão sólido quanto todas as outras versões.

ArtigoTop 10: Os melhores FPS para PC, PS4, Xbox One e Switch

Actualizado: Há novos jogos na lista.

O género dos FPS tornou-se num dos mais lucrativos da indústria dos videojogos, em particular graças ao grande sucesso comercial que a série Call of Duty obteve ao longo dos últimos anos. Apesar disto, não podemos esquecer o papel da Bungie com o primeiro Halo, que adaptou maravilhosamente o género para as consolas e a partir daí tudo mudou. Rebobinando ainda mais no tempo, o grande impulsionador dos jogos de tiros na primeira pessoa foi a id Software com DOOM, Quake e Wolfenstein, que continuam a série referências inesquecíveis do género.

Destiny 2 chegou. Passaram três anos desde o lançamento do original e a Bungie dedicou-se a sério à sequela, criando um mundo mais belo e rico. É um jogo que corrige muitas das falhas do original - adiciona uma narrativa mais forte e melhora ainda mais os visuais e gameplay. Sendo uma evolução da fundação sólida do primeiro, será que a tecnologia e melhorias gráficas da sequela satisfazem ou é mais um caso de profundas mudanças que decorreram nos bastidores?

Trailer de Destiny 2 apresenta Hawthorne

Hawthorne é uma das novas personagens que vais conhecer em Destiny 2.

Um novo trailer publicado no canal oficial de Destiny mostra esta nova personagem, que tem como companheiro um falcão chamado Louis. Hawthrone está equipada com uma sniper e parece que te vai ajudar a derrotar a Red Legion.

Destiny 2 estará disponível a 6 de Setembro para PlayStation 4 e Xbox One. A versão para PC chegará a 24 de Outubro.

Read more...

Destiny 2 - Conteúdos, data e horários para a beta

Destiny 2 é um dos jogos mais aguardados de 2017 e se estás ansioso par experimentar a beta, neste artigo vais encontrar todas as informações que precisas de saber, nomeadamente as datas e horários para Portugal, bem como os conteúdos que poderás experimentar.

Antes de mais, importa sublinhar que todos os jogadores terão acesso à beta! Contudo, aqueles que reservarem poderão começar a jogar mais cedo. A beta também estará disponível para PC, todavia, não será lançada em simultâneo com a beta para as consolas.

Confere em baixo as datas e horários para a beta de Destiny 2.

Read more...

Digital FoundrySerá que o Destiny 2 corre melhor na Xbox One?

E será que alcança os 4K nativos na Xbox One X?

A Bungie tinha como objetivo proporcionar versões igualmente poderosas em todas as plataformas com o primeiro Destiny, e até certo ponto, conseguiu alcançar o seu objetivo: 1080p em ambas as consolas, níveis de performance muito semelhantes, assim como visuais idênticos. A questão imperativa é a seguinte: será que a Bungie vai conseguir voltar a fazer o mesmo com o Destiny 2? A Beta do Destiny 2, a qual começou esta semana, sugere que a Bungie consegue alcançar este objetivo, e pode dar algumas pistas daquilo que podemos esperar do port para a Xbox One X.

O que gostamos e não gostamos na beta de Destiny 2

A beta de Destiny 2 está disponível desde Terça-Feira na PlayStation 4 e desde então que temos estado a jogar com regularidade (apesar de um erro irritante que nos impedia de terminar a missão Homecoming). Recordo que já tivemos a oportunidade de experimentar Destiny 2 na E3 2017, em que tivemos o primeiro contacto com a versão para PC e PlayStation 4, no entanto, a experiência foi curta. Esta beta é uma melhor forma de conhecer a sequela e de ficar a par das melhorias, novidades e afinações que a Bungie está a preparar para Destiny 2.

Primeiro de tudo, há que ter consciência que se trata de uma beta e não propriamente de uma demonstração, embora muitos a tratem como tal. Uma beta não é representativa da versão final e a Bungie já referiu que alguns parâmetros serão diferentes, como a abundância da Power Ammo. Dito isto, do que jogámos até agora a beta parece-nos sólida em praticamente todos os aspectos e um passo na direcção certa.

Os conteúdos da beta são limitados (estamos restritos a uma missão, uma strike e a dois modos / mapas no crucible), mas são uma amostra razoável do que esperar da sequela. Claro que a Bungie deve estar a guardar muitas surpresas para a versão final e só a 6 de Setembro, quando o jogo chegar à PlayStation 4 e Xbox One, é que deveremos ter plena consciência do que a sequela tem para dar. Na lista que se segue podes ficar a par do que gostamos e não gostamos da beta.

Read more...

A sequela de Destiny era um dos jogos que mais tinha vontade de experimentar na E3 2017 e, pelos vistos não era único, a fila para jogar era assustadora, uma das maiores do evento. Tenho que confessar que inicialmente estava céptico e com receio. Destiny foi um jogo que adorei e no qual investi muitas as horas, mas em simultâneo, estava consciente das más decisões da Bungie que faziam com que a experiência oscilasse entre o fantástico e o frustrante.

Digital FoundryDigital Foundry: Jogámos Destiny 2 PC a 4K 60fps

Está excepcional e temos um vídeo para o provar.

Já o vimos e jogamos, é lindo. A Nvidia tem todo o orgulho em apresentar Destiny 2 no PC no seu espaço E3, a correr num sistema equipado com uma gráfica GTX 1080 Ti. Com tudo no máximo, a resolução a 4K nativa e a acção completamente firme a 60fps. Equipados com um rato altamente preciso e um teclado, podemos dizer que temos uma experiência altamente diferente da que temos nas consolas.

Digital FoundryDigital Foundry - Porque é que Destiny 2 não corre a 60fps na PS4 Pro?

Resolução a 4K é mais viável do que duplicar o rácio de fotogramas.

A Bungie confirmou que Destiny 2 terá suporte para a PlayStation 4 Pro, mas alguns jogadores expressaram as suas preocupações sobre a decisão em suportar 4K ao invés de gameplay a 60fps. O pensamento é simples - ultra HD oferece visuais mais bonitos, mas gameplay mais suave oferece menor latência e um maior nível de precisão. É por isto que séries FPS como Battlefield e Halo transitaram para 60 fotogramas por segundo. Então porque é que Destiny não o faz?

Com Destiny 2 cada vez mais próximo, pareceu-me apropriado fazer um balanço final nesta aventura que, pelo menos para mim, já dura há quase três anos. Mas espera... ainda existem pessoas a jogar Destiny? O quê, tens mais de 1500 horas registadas? A resposta às duas perguntas é afirmativa. Por incrível que pareça, Destiny ainda tem uma comunidade activa com uma proporção razoável. O número de jogadores activos tem, como seria de esperar, decrescido. A última expansão, Rise of Iron, foi lançada em Setembro, e sem qualquer novidade relevante, o interesse desvanece e só os jogadores mais dedicados permanecem. A minha lista de amigos é um reflexo disto. Em outrora tinha quatro ou cinco páginas de amigos a jogar Destiny, mas agora se tiver duas já é bom. Ainda assim, Destiny é um caso curioso. A versão original lançada em Setembro de 2014 foi uma desilusão para muitos, portanto, como é possível que tenha sobrevivido durante quase três anos? É isso que vou explicar, baseando-me na minha experiência.