Bloodborne Destaques

ArtigoAs melhores prendas de Natal de 2015 para um Gamer

Não sabes o que oferecer a familar ou amigo? Nós ajudamos.

Sê bem-vindo ao nosso guia de compras de Natal para os fãs videojogos. Se és um pai, mãe, familiar, ou simplesmente um amigo desesperado que não sabe o que oferecer este Natal a uma certa pessoa, mas sabes que ele gosta de jogar, então a nossa lista vai ajudar-te! Para facilitar, separámos cada plataforma por página. Deste modo, basta saberes qual é a plataforma na qual o teu filho, familiar ou amigo joga. Depois, só tens que escolher um ou vários dos presentes que seleccionados para aquela plataforma.

ArtigoDepressão pós-Bloodborne

A obra do From Software elevou a fasquia.

Provavelmente já ouviram falar de Bloodborne, o primeiro jogo a receber o selo de obrigatório aqui no Eurogamer Portugal e um jogo que sem dúvida está entre os melhores desta geração. Provavelmente arriscaria a dizer que Bloodborne é, até o momento, o melhor jogo desta geração e que foi bem resumido pelo Jorge Loureiro quando nos escreveu que é "difícil, desafiante mas capaz de levar qualquer um ao êxtase e euforia." É mesmo. Claro que tudo não passa de uma questão de gosto pessoal mas na verdade, Bloodborne é o primeiro jogo em largos anos, em gerações de consolas até, a fazer-me sentir uma forma de pensar e estar que há muito não via.

ArtigoBloodborne - Dicas para os caçadores inexperientes

Nunca jogaste nenhum Souls? Eu também não!

Bloodborne acabou de chegar às lojas e enquanto o Jorge Loureiro anda por Yharnam a devastar monstros ou bosses uns atrás dos outros, existem alguns jogadores que não têm essa capacidade. Jogadores como eu, por exemplo. Levo as coisas mais devagar e ainda só eliminei o primeiro boss, tendo direito a alguns momentos de RAGE quit pelo meio! Isto provavelmente será explicado pelo meu total desconhecido pelo universo criado pela From Software e pelos seus conceitos. Não joguei nenhum jogo da série Souls, que tanta influência teve em Bloodborne, e não estou muito familiarizado com os conceitos do gameplay ou com as mecânicas de jogo ou até a estrutura do níveis.

ArtigoBloodborne - Jornada de terror gótico em Yharnam

A poucos dias do lançamento trazemos mais novidades sobre o enorme desafio preparado pela From Software.

Ao jogar Bloodborne desde a introdução e durante mais de duas horas, Dark Souls II pareceu-me ultrapassado. Não é somente a questão do grafismo exuberante, amparado por uma direcção artística impressionante que batem mais forte nesta nova construção. A fantasia medieval negra bem marcada nos três primeiros jogos da série Souls (se incluirmos o exclusivo Demon's Souls, PS3 2009) levou uma completa transformação, um apagão se preferirmos o termo, e deu lugar a um mundo mais sombrio, traiçoeiro e inquietante, com a monumental cidade gótica de Yharnam, polvilhada de novos inimigos e criaturas monstruosas, a emergirem de uma noite noir como uma peste. Exclusivo de uma consola da nova geração, a PS4 devolveu à From Software as condições ideais para operar um salto geracional nos conceitos e mecânicas que Hidetaka Miyazaki, o director de Demon's e Dark Souls, começou por desenvolver, anos atrás.

ArtigoOs jogos mais aguardados de 2015 da redação

Este é um ano muito promissor.

Agora que estão escolhidos os melhores jogos de 2014 para a equipa do Eurogamer Portugal, eis que chegou o momento de revelarmos que jogos aguardamos com mais ansiedade em 2015. Com tantos jogos com imenso potencial escolher apenas um não é fácil, mas depois de alguma reflexão sobre a questão, a nossa lista é a seguinte:

ArtigoBloodborne - "queremos seguir nesta direcção" Hidetaka Miyazaki

Do criador dos aclamados Demon's Souls e Dark Souls, o novo rpg de acção num ambiente gótico, exclusivo PS4.

Depois de três jogos bem sucedidos na anterior geração de consolas e sempre sob a sua direcção, Hidetaka Miyazaki entendeu que a mudança de geração daria a oportunidade perfeita para construir uma experiência diferente e assente num novo modelo de jogabilidade. Demon's Souls foi o jogo que serviu de trampolim à From Software. Apesar da audiência de nicho, o culto prestado pelos fãs ao título da PS3 valeu uma sequela, que disponível para várias plataformas tornar-se-ia num êxito. Dark Souls acumulou prémios e uma aclamação generalizada por parte da crítica, pelas novidades e novos sistemas que o jogo introduziu no tocante aos rpg's de acção, melhorando quase tudo o que de bom oferecia Demon's Souls.

Na E3 já tinha tido a oportunidade de testemunhar gameplay de Bloodborne, o próximo jogo dos criadores de Dark Souls, mas foi apenas durante a Gamescom que surgiu a ocasião para jogar pela primeira vez (o público também teve acesso, mas não era permitido filmar), isto depois de ter assistido a uma apresentação, onde foram divulgados mais alguns detalhes e foi mostrado mais um trecho que ia além do que tinha sido exposto em Los Angeles.

ArtigoSony na E3 2014 - Resumo

Principais destaques num só local.

Depois da Microsoft, foi a Sony Computer Entertainment America que apresentou as mais recentes novidades para as suas plataformas. A PlayStation 4, PlayStation 3 e PlayStation Vita tiveram o resto do atual ano delineado, assim como o início de 2015, ao longo de uma conferência que durou um pouco mais de 2 horas. Muitos podem criticar o atual estado de atenção e apoio que a Vita tem recebido enquanto outros podem já considerar normal a decrescente atenção à PS3 mas o que interessa é que foram duas horas repletas de videojogos e alguma TV.

ArtigoBloodborne - Antevisão

Já vimos gameplay e é fantástico.

Se há série que conseguiu vincar na geração passada e que num curto espaço de tempo passou de desconhecido a adorado foi Demon's/Dark Souls. A reputação da From Software subiu exponencialmente e agora já é uma produtora conhecida mundialmente, ao ponto que a Sony reservou para a E3 um dos seus grandes trunfos para a PlayStation 4. Estou a falar de Bloodborne, jogo que começou a circular como rumor na Internet no passado mês de maio com o nome de código Project Beast.