Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Forspoken tenta combater a fadiga pelos jogos de mundo aberto

A equipa sabe que existe algum cansaço.

A Luminous Productions, estúdio interno da Square Enix que te apresentou Final Fantasy 15, está a trabalhar em Forspoken e o desejo da equipa é contornar alguns dos elementos que estão a causar fadiga nas massas em torno dos jogos em mundo aberto.

Takefumi Terada, codiretor do jogo, falou com o VG247 e explicou que a equipa está atenta ao feedback dos jogadores aos jogos em mundo aberto e às sensações gerais da indústria sobre jogos com um design aberto. Devido a esta atenção, acredita que estão cientes do que as pessoas sentem em relação aos jogos em mundo aberto e como contornar algum do cansaço.

O parkour e a movimentação dinâmica pelos cenários de Forspoken foi pensada como uma mecânica que além de servir como alicerce para a identidade do jogo, tenta diferenciar-se dos demais jogos em mundo aberto onde ir de ponto A a ponto B poderá tornar-se cansativo passado algumas horas de jogo.

“Uma vez que este é um mundo construído em torno da ideia de parkour com magia e ser capaz de o usar em todas as suas capacidades, acreditamos que isto ajudará a evitar alguma da sensação de cansaço e fadiga entre os jogadores.”

Parkour sustentado pela magia é a melhor forma de descrever Forspoken e a forma como viajas pelo mundo, algo que Terada explica ter sido a base para o design do mundo em si.

“Athia foi criada sobre esta fundação, usar a sensação de velocidade e distância que obténs do parkour para determinar onde colocar os diferentes conteúdos, os diferentes pontos de interesse, todas essas coisas.”

A partir de 24 de janeiro de 2023, poderás experimentar o parkour mágico e o dinamismo de Athia em Forspoken.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários