Skip to main content

Exclusivos são parte da indústria e não tiraram jogos Bethesda às rivais, diz Phil Spencer

Não aceita como exemplo para argumento contra a compra da Activision.

Image credit: Xbox

Phil Spencer, líder da Xbox, falou com o Xbox On sobre a atual situação da divisão de videojogos da Microsoft e foi novamente questionado sobre a compra da Activision Blizzard. Este é um dos assuntos mais comentados da atualidade e Spencer decidiu falar novamente sobre os planos da companhia, e como beneficia todos os jogadores.

Spencer diz que o negócio se foca no segmento mobile, com um olhar especial para a King, em apresentar jogos a mais jogadores e aumentar a concorrência na indústria. Os exclusivos fazem parte deste negócio e Spencer sabe que todas precisam dos seus, mas não aceita que queiram dar o exemplo da Bethesda para argumentar que vão tirar jogos Activision Blizzard às rivais.

O Game Pass é um dos principais focos deste negócio, serviço que a Microsoft quer tornar mais forte, especialmente porque muitos jogadores podem experimentar jogos antes de os comprar. As grandes séries da Activision Blizzard no Game Pass significará mais jogadores para os jogos nos quais os criadores investem tanto tempo.

Questionado diretamente sobre exclusivos que a Activision Blizzard criará para a Xbox, Spencer diz que a Bethesda não pode ser usada como exemplo pois não retiraram jogos às comunidades PlayStation e Nintendo.

"Acho que nunca disse que Starfield não seria exclusivo da Xbox. Tenho quase a certeza, penso que o que disse foi que seria avaliado caso a caso, e não iríamos tirar jogos que estão noutras plataformas e vamos continuar a apoiar as suas comunidades."

"Exclusivos nas consolas faz parte do negócio, todas as donas de plataformas o fazem, são formas de promover a plataforma e vemos isso, as nossas rivais têm imensos jogos exclusivos."

"Quando lançarmos novos jogos, alguns jogos serão exclusivos, esse termo é complicado pois também lançamos tudo para PC por isso vamos dizer, lançados na Xbox, PC e nuvem, alguns deles não estarão nas plataformas das concorrentes, mas não há exemplo na Bethesda em tirarmos algo à comunidade PlayStation," continuou Spencer.

Spencer diz que quando compraram a Bethesda não deixaram de atualizar as versões PlayStation de jogos como Elder Scrolls Online e Fallout 76 por isso não podem dizer que a Xbox tirou algo à comunidade PlayStation.

Lê também