Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Ex-designer de Kena diz ter sido afastado de forma maliciosa

Ember Lab responde.

Kena Bridge of Spirits, um indie anunciado para PS4, PS5 e PC, tornou-se novamente em motivo discussão após o ex-designer principal se ter queixado que foi removido do projeto de forma maliciosa.

Brandon Popovich, programador e designer que trabalhou em estúdios como a Insomniac, afirma que criou 95% do código de Kena antes de deixar a Ember Lab em 2017, alegando que não recebeu por algum do seu trabalho e que lhe foi prometido um cargo a longo prazo no estúdio, algo que recusou depois da oferta ter sido reduzida de forma significativa.

Segundo avançado pelo VGC, Popovich partilhou emails que apoiam estas alegações e uma outra fonte diz que trabalhou no estúdio e não recebeu pelo trabalho extra que desempenhou, tendo recebido também uma promessa de trabalho a longo prazo.

A Ember Lab respondeu ao VGC que as alegações de Popovich incluem inúmeras acusações falsas e que em compensação pelo seu trabalho não pago, a companhia ajudou-o num dos seus projetos.

De acordo com a argumentação da Ember Lab, Popovich trabalhou apenas 7 meses em Kena e que o jogo está em desenvolvimento há 5 anos. Além disso, diz que a oferta apresentada a Popovich foi bem generosa e acima do valor de mercado. A Ember Lab acrescentou ainda que ele será mencionado nos créditos de Kena quando o jogo for lançado.

Enquanto Popovich alega que criou a maioria das mecânicas para Kena, a Ember Lab apresentou ao VGC documentos que mostram protótipos criados muito antes dele ter sido recrutado para o projeto e que o seu trabalho foi transitar esse protótipo feito no Unity para o Unreal Engine.

Nesta troca de argumentos, Popovich diz que a sua contribuição inicial foi menor, mas quando percebeu o que precisava ser feito, o seu envolvimento tornou-se cada vez maior e diz que a dada altura lhe foi apresentada a possibilidade de se tornar no principal designer de Kena, algo que acredita evidenciar bem o quão significativo foi o seu contributo para o jogo.

Agora, após o jogo ter sido apresentado, diz-se surpreendido por ver que o seu trabalho deu frutos e sente que a Ember Lab não foi verdadeira consigo quando lhe apresentou uma proposta que não podia aceitar, acrescentando sentir que foi afastado de forma maliciosa do projeto.

A Ember Lab lamenta que se sinta assim e que esteja a espalhar falsas acusações.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários