Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Ex-343 fala em liderança incompetente a prejudicar o estúdio e Halo Infinite

Lamentam os despedimentos.

Após a notícia que a Microsoft despedirá mais de 10 mil funcionários, começaram a surgir os relatos que a 343 Industries será fortemente afetada pela nova vaga de despedimentos. Isto motivou ex-talento do estúdio de Halo a manifestar-se sobre a situação.

Patrick Wren, que trabalhou mais de 8 anos na 343 e foi um dos principais líderes da equipa do multijogador de Halo Infinite, está atualmente a trabalhar na Respawn Entertainment, mas não deixou de enviar uma mensagem de apoio aos ex-colegas, acompanhada por duras críticas aos executivos na Microsoft.

"Os despedimentos na 343 não deviam ter acontecido e Halo Infinite devia estar num melhor estado. A razão para ambas é uma liderança incompetente no topo durante o desenvolvimento de Halo Infinite, que causou enorme stress aos que trabalhavam no duro para criar o melhor Halo possível," disse Wren.

"As pessoas com quem trabalhei todos os dias tinham paixão por Halo e queriam criar algo espetacular para os fãs. Eles lutaram por um Halo melhor e foram despedidos."

"Quem lá ficou continua a lutar no duro por esse sonho. Olhem para o Forge. Sejam meigos com eles neste momento horrível."

Tyler Owens, que trabalhou na 343 durante o desenvolvimento de Halo 5, também deixou fortes críticas à Microsoft, após a revelação dos despedimentos afetarem a 343.

"Como um fã de Halo, estou mesmo cansado das práticas e políticas empresariais da Microsoft que estão a matar lentamente algo que amo."

"Entre as políticas de contratos, eles abusam dos incentivos nos impostos e despedimentos para gigantes lucros/bónus para os executivos...eles posicionaram Halo para o falhanço."

Owen, que trabalha atualmente na Respawn, acrescentou que provavelmente nem devia escrever isto, mas está cansado e incomodado com a situação.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários