Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Episódio 2 de The Last of Us confirma teoria dos fãs de como o fungo se espalhou

Os criadores da série confirmam também.

O segundo episódio da série The Last of Us confirmou a teoria dos fãs de como o fungo Cordyceps se espalhou pelo mundo, contaminando populações.

A teoria, que circulava pelo Reddit, tinha por base o primeiro episódio. Joel, Tommy e Sarah não tinham sido vistos a comer pão, biscoitos, ou qualquer outra coisa que tivesse farinha como base.

Esta semana, na cena inicial do segundo episódio, vimos uma micologista de Jakarta a investigar a primeira infeção de Cordyceps num humano.

Os primeiros relatos de infetados vieram precisamente de uma fábrica de farinha (curiosamente, Jakarta tem um dos maiores moinhos de farinha do mundo).

Numa entrevista com a Variety, os criadores da série Neil Druckmann e Craig Mazin, confirmaram a teoria dos fãs.

"Acho que ficou bastante explícito," disse Mazin. "Sim, basicamente dissemos que sim," acrescentou Druckmann quando questionado se a teoria estava certa.

"Quando a micologista fala sobre onde aquelas pessoas trabalhavam e o que se estava a passar na fábrica - sim, é bastante claro que é isso que se está a passar," explicou Mazin.

"Gostámos da ideia dessa ciência, e tentamos, o melhor que pudemos, assegurar que toda a nossa investigação esteva ligada. [A micóloga] pergunta onde aconteceu, e o tipo diz que foi numa fábrica de farinha no lado oeste da cidade."

"Um dos maiores moinhos de farinha do mundo está em Jacarta - é uma bela teoria e penso que as pessoas devem continuar com ela."

Sobre o Autor
Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários