Skip to main content

Embracer Group quer explorar ao máximo a saga Lord of the Rings

E torná-la numa das maiores franquias de jogos.

Caso ainda não saibas, o grupo Embracer anunciou uma reestruturação, que inclui o encerramento de estúdios, o despedimento de funcionários e o cancelamento de jogos. O objetivo da companhia é reforçar o seu foco, ficar mais forte e mais pequena, autossuficiente.

No entanto, parece que estes cortes não se vão aplicar a The Lord of the Rings, já que a Embracer quer "explorar" o facto de possuir os direitos de O Senhor dos Anéis e O Hobbit "de uma forma muito significativa".

Esta informação foi partilhada pelos nossos colegas do Eurogamer.net e revela que o recém-promovido executivo interino da Embracer, Matthew Karch, disse que se deve dar prioridade ao lançamento de projetos de O Senhor dos Anéis antes de outras ideias de jogos que podem não funcionar tão bem.

“Somos donos de O Senhor dos Anéis e sabemos que precisamos explorar O Senhor dos Anéis de uma maneira muito significativa e transformá-lo numa das maiores franquias de jogos do mundo”, disse Karch. "E isso é obviamente algo que vamos fazer.

Vale a pena relembrar que a Embracer tem ainda os direitos da saga Tomb Raider mas afirmou que o novo jogo de Lara Croft não será afetado por esta reestruturação. O mesmo foi assegurado pelo novo Perfect Dark que está em produção.

Lê também