Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

EA está mais forte do que nunca e prestes a tornar-se na mais forte editora independente

Sem necessidade de vender ou unir.

A Electronic Arts registou fortes aumentos nas suas vendas e receitas, especialmente com a ajuda dos serviços, no seu mais recente relatório financeiro e informou os investidores que não existe qualquer necessidade de vender ou unir a outra empresa.

Andrew Wilson, CEO da EA, foi questionado sobre rumores em torno de uma possível venda e respondeu que lhe custa reagir a especulação vinda de sites de pouca importância, mas ainda assim explicou que a companhia está tão forte que não precisa de ajuda.

Wilson começou por dizer que "estamos numa posição incrível. Em breve, seremos a maior editora e produtra independente do mundo no entretenimento interativo. Penso que temos as mais incríveis equipas do planeta nesta indústria e tal como a Laura já disse, estamos a atrair mais e mais incrível talento criativo."

Após referir que estão em crescimento e que contam com mais de 600 milhões de jogadores, algo que permite à EA ambicionar mil milhões de jogadores em todo o mundo, Wilson diz que estão a crescer em todas as plataformas, modelos de negócio e geografias.

"Num mundo em que o gaming se está a tornar mais importante para uma grande parte da geração Z e a geração Alpha, que serão as principais gerações em termos do consumo do entretenimento no futuro, penso que não poderíamos estar numa posição mais forte enquanto companhia independente."

Cuidar dos funcionários, jogadores e acionistas é objetivo de Wilson e se existir uma forma diferente de seguir em frente, estará atento a isso, mas "digo-vos hoje, estamos muito, muito confiantes e empolgados com o nosso futuro."

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários

More Notícias

Artigos mais recentes