Skip to main content

EA apresenta proposta de 980 milhões de euros pela Codemasters

Superior aos 820 milhões de euros da Take-Two.

A EA confirmou que está interessada em comprar a Codemasters.

Após a Take-Two apresentar uma proposta de 820 milhões para comprar a companhia responsável por DiRT, Grid, F1 e outros, a Electronic Arts decidiu que também está interessada e que não deixaria a coisa passar sem apresentar a sua intenção de compra.

Isto significa que, apesar de tudo parecer decidido entre a Take-Two e a Codemasters, a EA apresentou decidiu meter-se no meio e abanar a situação.

Segundo revelado, a EA ultrapassou a oferta de 820 milhões de euros da Take-Two com uma oferta de 988 milhões de euros pela Codemasters, o que motivou os responsáveis pela Codemasters a remover a recomendação feita aos investidores para aceitar a oferta anterior.

A Take-Two já admitiu que a sua oferta foi colocada em segundo lugar e que responderá em breve à situação, comunicando se pretende apresentar uma oferta superior pela Codemasters ou desistir do negócio.

Neste momento, a Codemasters é dona da licença oficial WRC e adquiriu a Slightly Mad Studios, responsáveis por Project CARS, o que certamente a torna mais valiosa.

"Acreditamos que existe uma incrível oportunidade em juntar a Codemasters e a Electronic Arts para criar espantosos e inovadores novos jogos de corrida para os nossos fãs," disse Andrew Wilson, CEO da EA.

"A nossa indústria está a crescer, a categoria de corridas está a crescer e juntos estaremos posicionados para liderar uma nova era de entretenimento de condução."

A Codemasters considera que a oferta da EA é superior e um maior reconhecimento do valor da companhia. Além disso, acredita que integrar a Codemasters na EA seria incrivelmente vantajoso pois poderiam usar os seus recursos, ferramentas e conhecimento.

Lê também