Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Disney+ bate previsões de novos subscritores e os preços vão aumentar

Saltará de 8.99 euros para 10.99 euros a partir de dezembro.

Os preços do Disney+ vão aumentar a partir de 8 dezembro, altura em que será assinalada a chegada de um novo plano apoiado por publicidades que servirá como uma forma mais barata de assinar o serviço de streaming de vídeo.

Segundo revelado agora pela companhia, os Estados Unidos recebem já em dezembro esse plano apoiado por publicidades que custará 7.99 euros por mês, um euro mais barato do que o atual preço de 8.99 euros.

Nesse mesmo dia, será apresentado um aumento de preço para a versão atual do serviço, que passará de 8.99 euros para 10.99 euros por mês e 109.99 euros por ano, um aumento de aproximadamente 20 euros sobre o valor atual de 89.99 euros.

Se recuarmos até setembro de 2020, quando o serviço chegou a Portugal, o Disney+ custava 6.99 euros mensais ou 69.99 euros na subscrição anual. Estes preços revelam um grande aumento aplicado em apenas 2 anos.

A Disney planeia lançar esta nova opção apoiada por publicidades fora dos Estados Unidos em 2023 e ainda não sabemos se os preços serão os mesmos ou se planeia efetuar ajustes, especialmente tendo em conta que países como Portugal incluem o Stars dentro do próprio Disney+.

Este anúncio chega ao mesmo tempo que o mais recente relatório financeiro da Disney, no qual revela que bateu as previsões de novos subscritores e informa os investidores sobre como até agora se focou em adquirir clientes para a partir de agora começar a pedir mais dinheiro.

Atualmente, o Disney+ conta com mais de 152 milhões de subscritores em todo o mundo, 14.4 milhões foram registados entre abril e junho de 2022, um aumento muito superior à previsão de 10 milhões da Disney.

Uma vez que a Disney efetuou um forte investimento em produções, isso não se materializou em lucros, mas agora a companhia pretende começar a pedir mais dinheiro consoante os estúdios como a Marvel Studios e a Lucasfilm ultrapassam os efeitos da pandemia para fornecer um ritmo de produções muito mais forte e consistente.

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários

More Notícias

Artigos mais recentes