Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Diretor de The Last of Us trabalha num projeto que ainda não vai revelar

O sucesso de The Last of Us Parte 2 permitiu grande crescimento.

Neil Druckmann, diretor de The Last of Us Parte 2, comentou que o sucesso deste jogo permitiu à Naughty Dog trabalhar em vários novos projetos e um deles continuará guardado em segredo, uma vez que ainda não chegou a altura de falar dele.

Durante o Summer Game Fest Showcase, Druckmann revelou oficialmente The Last of Us Parte 1, o remake do clássico PS3 de 2013, Factions 2 como uma experiência para vários jogadores disponível em separado e agendada para 2023, e ainda que The Last of Us Parte 2 já vendeu mais de 10 milhões de unidades.

O sucesso comercial deste jogo permitiu ao estúdio expandir e apostar em mais projetos, desenvolvidos em simultâneo e que serão revelados em momentos diferentes.

“No início deste ano, The Last of Us Parte 2 passou um marco bem importante, vendeu mais de 10 milhões de unidades.”

“Esse tipo de apoio, esse tipo de sucesso, estamos agradecidos aos nossos fãs e permitiu-nos crescer enquanto estúdio, agora podemos trabalhar em vários projetos ao mesmo tempo, mais do que alguma vez tivemos em simultâneo.”

Druckmann mostrou-se claramente desiludido com a revelação acidental do remake de The Last of Us e confirmou que tem um novo projeto além destes dois jogos revelados ontem, mas vai guardá-lo para um novo evento.

“Continuo a criar jogos, não deixei o meu trabalho principal. Ainda é muito cedo para falar dele. Talvez alguém na PlayStation o queira revelar antes do tempo, antes de conseguirmos falar dele, caso contrário ficará guardado.”

The Last of Us Parte 1 chega à PS5 a 2 de setembro, a versão PC chega mais tarde numa data a anunciar, enquanto Factions 2 chega em 2023. Este terceiro projeto de Druckmann parece estar ainda mais longe do que o próximo ano.

Marcado com

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários