Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Diretor de Final Fantasy 14 pede à comunidade para parar com os ataques aos trabalhadores

As críticas podem ultrapassar todos os limites.

O diretor de Final Fantasy 14 decidiu deixar um apelo à comunidade do MMORPG para acabar com a toxicidade e constantes ataques à equipa de desenvolvimento.

Durante o mais recente Radio Mog Station, Naoki Yoshida apareceu para se dirigir diretamente à comunidade e deixar um apelo. Apesar do enorme crescimento na sua popularidade e incrível receção à expansão Endwalker, FF14 desperta críticas sobre as recentes mudanças às classes, o adiamento dessa expansão e os já famosos problemas de espera para iniciar sessão.

Ciente que os jogadores têm o seu direito a queixarem-se sobre o jogo, Yoshida apelou para uma maior contenção e respeito no uso das palavras, especialmente porque após 11 anos, "sinto que a linguagem usada ali acabou por ser um pouco exagerada."

"Quer dizer, eu consigo aguentar, o que não a torna menos má, mas membros da equipa vão-se sentir mesmo mal ao receber aquelas palavras após darem todo o seu melhor para criar algo que todos podem gostar e isso poderá fazer com que deixem de criar coisas que continuam a ser divertidas."

Yoshida pede para imaginar que estás cara a cara com um membro da equipa, alguém que nem sequer conheces, e imaginar como se vão sentir quando envias aquele tipo de feedback. O diretor de FF14 diz ainda que a equipa aceita todo o feedback, desde que seja feito com respeito.

Além disso, Yoshida diz que os insultos e críticas exageradas vão ter como resultado a frustração e descontentamento, o que pode até fazer com que a pessoa decida despedir-se após perder a motivação, tendo o efeito totalmente oposto ao desejado.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários