Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Diretor de Astral Chain e designer em NieR: Automata comprou uma PS5 para jogar Returnal

Está rendido à premissa apresentada pela Housemarque.

Returnal é o próximo jogo da Housemarque, um estúdio da Finlândia conhecido por maravilhar as audiências PlayStation com os seus jogos de ação frenética, visualmente estimulantes e com uma incrível sensação arcade.

Após Super Stardust HD para a PS3 em 2007, os finlandeses continuaram a colaborar com a Sony Interactive Entertainment em jogos como Dead Nation, Resogun, Alienation e Matterfal, numa parceria que dura há quase 15 anos e que resultou num novo esforço, Returnal que chegará a 30 de Abril de 2021 como um exclusivo PlayStation 5.

Ao longo das últimas semanas, a PlayStation tem apresentado diversos vídeos promocionais e as mais recentes amostras gameplay estão a despertar o entusiasmo dos jogadores, que imaginam as coloridas e frenéticas experiências arcada da Housemarque moldadas para um design roguelike, com um especial foco na narrativa para o tornar mais envolvente.

Uma das pessoas que está rendida a Returnal é Takahisa Taura, atualmente uma das mais bem conhecidas figuras da PlatinumGames, após representar o estúdio na colaboração com a Square Enix no sensacional NieR: Automata, que lhe valeu a estreia como diretor em Astral Chain para a Nintendo.

Taura reagiu a uma recente publicação da PlayStation Japan na qual é partilhado um teaser de 7 segundos de Returnal para promover um artigo repleto de informações sobre o jogo e diz mesmo que a sua PS5 foi comprada a pensar neste título.

"Não é um exagero dizer que comprei uma PlayStation 5 para jogar Returnal," diz Taura.

Uma frase destas vinda de Taura é certamente um estímulo muito grande para a Housemarque, conhecida pelos seus jogos de ação arcade difíceis e entusiasmantes, mas que pretende elevar-se para um novo patamar com Returnal.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários