Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Meses depois, finalmente o Starfield que deveríamos ter no lançamento

A versão beta oferece DLSS, frame-gen e aumentos enormes no desempenho da CPU/GPU.

starfield key art showing a spacesuited person standing in front of a sky with a rocket in it
Image credit: Bethesda/Digital Foundry

Penso que é justo dizer que Starfield foi lançado num estado fraco no PC em setembro, sem suporte oficial para DLSS ou escalonamento XeSS, sem controlos HDR, com um menu gráfico desapontante e um desempenho estranhamente fraco - especialmente em placas gráficas Nvidia e Intel. A mais recente beta de Starfield no Steam parece abordar vários desses problemas, por isso testámos a nova versão para ver como o jogo mudou.

Uma das maiores mudanças para os proprietários de placas gráficas Nvidia é a inclusão oficial de DLSS 2 e DLSS 3, para reconstrução de imagem e frame generation, respetivamente. Estranhamente, enquanto o DLSS usa a nomenclatura preferida da Nvidia (qualidade, equilibrado, desempenho), o escalonamento FSR ainda usa um controlo de resolução baseado em percentagem, o que pode parecer pouco intuitivo para utilizadores casuais.

O DLSS aqui tem um desempenho tão bom como o dos mods comunitários disponíveis logo após o lançamento do jogo, mas como sempre é mais conveniente (e provavelmente mais estável) ter essas opções incorporadas. A qualidade do FSR 2 também melhorou, com menos artefatos em alguns cenários, como cartuchos de munição ejectados da tua arma, embora ainda seja mais propenso a artefatos do que o DLSS no geral. Seria bom ver também o XeSS adicionado, já que esta é outra solução multiplataforma como o FSR que por vezes oferece menos artefatos em movimento - e já existem mods para adicioná-lo ao jogo.

Aqui está a análise completa em vídeo da nova versão beta de Starfield, recapitulando as nossas críticas iniciais ao lançamento no PC e como foram (na sua maioria) resolvidas.

O desempenho do jogo também melhorou notavelmente com o patch beta. A correr num Ryzen 7 7800X3D, notei um aumento de desempenho de 20 por cento a correr pela cidade de Akila - o que pode ser atribuído a uma melhor utilização da CPU, com mais núcleos utilizados e cada núcleo sendo mais intensamente utilizado em comparação com a versão não-beta que não se escala bem além de seis núcleos de CPU. (No entanto, a leitura de fotogramas não é perfeitamente consistente, e os picos de tempo de fotograma permanecem em ambas as versões do jogo, o que deve ser alvo de mais ação por parte da Bethesda.)

Este impulso de desempenho é quase replicado num sistema Ryzen 5 3600 de nível inferior, onde registei uma melhoria de 17 por cento na taxa de fotogramas com o patch beta instalado. Isso coloca esta CPU muito mais frequentemente na faixa de 60fps, o que faz uma grande diferença na suavidade do jogo. Este tipo de aumento de desempenho faz-me pensar que um modo de desempenho na consola pode ser agora muito mais viável, dado que o 3600 e a CPU Xbox Series X operam dentro de um perfil de desempenho semelhante.

Combinando o melhor desempenho de base com o frame generation, agora é possível jogar o jogo no seu limite de ~165fps num sistema de alta qualidade.

Starfield PC screenshot showing improvements from FSR 2 to DLSS in terms of distant anti-aliasing
Starfield PC screenshot showing differences in FOV
A inclusão do DLSS e do ajuste FOV adiciona duas funcionalidades muito solicitadas (e modadas pela comunidade) ao jogo - e funcionam bem. | Image credit: Digital Foundry/Bethesda

Em termos de desempenho da GPU, o jogo no lançamento funcionou bem em placas gráficas AMD, mas relativamente mal em placas gráficas Intel e Nvidia, por exemplo, a RX 6800 XT superando a RTX 3080 em 46 por cento nas configurações mais altas numa cena. Isso agora foi corrigido, com a RX 6800 XT ganhando cerca de cinco por cento num cenário limitado pela GPU, enquanto a RTX 3080 melhora a taxa de fotogramas em 30 por cento na mesma cena. O patch também corrige os problemas de tempo de fotograma causados pelas sombras de ultra qualidade nas GPUs Nvidia. No geral, isso deixa a RX 6800 XT 18 por cento à frente da RTX 3080, uma diferença muito mais realista.

Descendo até às GPUs de gama média mais antigas, as melhorias de desempenho são um pouco menos impressionantes. A RX 5700 vê um aumento de desempenho de seis por cento, enquanto a RTX 2070 Super ganha 14 por cento e a Arc A770 melhora a sua taxa de fotogramas em apenas três por cento. Num comparativo de três vias, isso deixa a placa Intel bem atrás dos seus pares, então talvez a Intel e a Bethesda ainda tenham algum trabalho de otimização pela frente.

Finalmente, vamos dar uma olhada no sistema de menus. Infelizmente, os menus ainda não fazem um trabalho adequado de explicar o que as diferentes configurações gráficas fazem em termos de fidelidade e desempenho, e o jogo ainda poderia beneficiar da inclusão de uma janela de visualização. No entanto, agora existem controlos para ajustar o campo de visão, algo que aborda o campo de visão bastante baixo no jogo base e permite uma experiência de visualização mais confortável.

Há também controlos HDR, mas estes parecem infelizmente subdesenvolvidos. O jogo parece estar a correr sob o Auto HDR da Microsoft, com um visual muito plano que não parece ótimo mesmo num ecrã OLED de alta qualidade. Notei até coloração acinzentada e bandas na cena de abertura. Isso é especialmente decepcionante quando mods HDR comunitários como o Luma produzem resultados visivelmente melhores.

No geral, o patch beta de Starfield é um grande passo em frente para o jogo no PC, com o melhor desempenho da CPU sendo uma reviravolta especialmente impressionante que verá muitas mais pessoas a operar a 60fps do que antes, enquanto melhorias de desempenho para utilizadores Nvidia especialmente também são revolucionárias. A experiência do utilizador também é significativamente melhorada com a inclusão do escalonamento DLSS, frame generation DLSS e controlos para HDR e FOV.

No entanto, está claro que mais trabalho precisa de ser feito para que Starfield esteja num estado verdadeiramente satisfatório no PC. A implementação HDR do jogo ainda fica aquém dos esforços da comunidade, enquanto o stutter durante a travessia continua a ser uma preocupação e o desempenho da GPU Intel também parece abaixo do esperado. Estes todos parecem desafios solucionáveis, por isso espero que vejamos a Bethesda continuar a polir e a melhorar o jogo ao longo do tempo.

Sign in and unlock a world of features

Get access to commenting, newsletters, and more!

In this article
Follow a topic and we'll email you when we write an article about it.

Starfield

Xbox Series X/S, PC

Related topics
Sobre o Autor
Alex Battaglia avatar

Alex Battaglia

Video Producer, Digital Foundry

Ray-tracing radical, Turok technophile, Crysis cultist and motion-blur menace. When not doing Digital Foundry things, he can be found strolling through Berlin examining the city for rendering artefacts.

Comentários