Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Confronto: Zombi

Undead or alive.

Considerado um dos destaques do lançamento da Wii U, o estúdio Straight Right decidiu agora levar Zombi para a PlayStation 4, Xbox One e PC. O modo solo é muito idêntico mas esta versão de baixo preço promete interessantes ajustes visuais. A questão é: vai mais além do que aumentar a resolução para 1080p? E como foram convertidos os controlos a partir do GamePad Wii U?

Usando o motor LyN, o tamanho do jogo quadruplica nestas novas versões - sugerindo melhorias. Na PS4, Xbox One e PC o jogo ocupa 22GB, na Wii U ocupava 5.6GB. Olhar para o directório PC vemos que os dados cresceram devido a bens dos níveis tais como mapas de texturas, os ficheiros de som também ocupam muito.

Em termos básicos de renderização, a PS4 e One operam a 1920x1080 mas a 1280x720 da Wii U aguenta-se bem nas nossas imagens, muito devido ao ambiente Londrino escuro. Podemos dizer que com um aumento de 2.25x na resolução, a PS4 e One oferecem uma imagem mais limpa com anti-aliasing pós-processamento superior - mas infelizmente, o filtro de aberração cromática (usado em todas as plataformas) corta muita da claridade esperada de um jogo a 1080p. É na mesma superior mas com um filtro tão pesado, os ganhos não são tantos quanto esperado.

A PS4, One e PC partilham os mesmos bens, em muitos casos com texturas superiores à Wii U - em alguns casos iguais. Certas paredes mostram os mesmos graffitis ou pedra que na Wii U enquanto outros mostram melhorias - principalmente portas com letreiros que se podem ler agora. O pop-in também é menos problemático, especialmente ao carregar uma área nova, onde na Wii U as texturas ainda carregam tarde. Os tempos de carregamento estão reduzidos, as portas abrem logo na PS4 e One - na Wii U esperamos perante um sinal de "a carregar" enquanto carrega uma nova área.

Cover image for YouTube videoZombi/ZombiU PS4 vs Wii U Graphics Comparison
PlayStation 4 contra a Wii U. Não existem motivos para versões alternativas - as novas versões são idênticas.

Fora isto tudo o resto é igual à Wii U. O mundo, a iluminação e até os efeitos mostram poucas melhorias sobre o jogo de 2012. No entanto, é curiosa a omissão do filtro 'dirty lens' em Zombi. Na Wii U escurece a visão do jogador em áreas mal iluminadas, até no PC não temos isto. Apenas opções para resolução e v-sync, ou seja, um fraco esforço no PC.

Também surpreendentes são as mudanças no campo de visão. A PS4 e One correm com uma visão alargada durante gameplay (mas não nas cutscenes) equanto a Wii U deliberadamente força um cone de visão mais apertado. Afecta a forma como é jogado; a nova versão facilita a pesquisa de inimigos na área - podemos dizer que fica mais fácil. Para os que querem voltar ao estilo Wii U, podem ajustar isto nas opções. A PS4, One e PC correm a 10%, na Wii U é praticamente o equivalente a -5%.

E a performance? Bloqueio a 30fps com v-sync na PS4 e One é algo que desanima, especialmente olhando para as pobres melhorias sobre os visuais Wii U. Para piorar, as cenas com chuva causam soluços abaixo dos 30fps. Tal como na Wii U é um problema nas novas consolas, e relâmpagos baixam para meios 20s. Mais na PS4, que iguala as descidas da Wii U para 20fps ao aproximar do Buckingham Palace - a One surpreende ao apresentar menos problemas.

De resto a performance está melhor na PS4 e One. A Wii U é a única a descer para meios 20s ao disparar para barris explosivos, as novas consolas aguentam-se a 30fps. Além disto, a versão Wii U em disco sofre com soluços no streaming de bens ao correr rapidamente, causando longos períodos de soluços enquanto tenta ler os dados do disco. A PS4 e One lidam bem com corridas rápidas pelo supermercado.

O PC é a única forma de correr a 60fps. Não existem aqui benefícios em termos de efeitos ou texturas, a sua pouca exigência faz com que seja fácil chegar a 60fps em placas de média gama - ou mais em monitores a 120Hz. Encontramos alguns erros aqui e ali - especialmente um no qual um objectivo não actualizava. Depois de reiniciar não tivemos problemas de estabilidade.

Todas as novas versões suportam os comandos tradicionais. Uma das maiores diferenças sobre a Wii U, onde jogar com os controlos táteis o diferenciava dos primeiros jogos Wii U. O mini-mapa é agora apresentado no ecrã principal enquanto os controlos para lanterna, recarregar e pesquisar a área estão localizados nos botões físicos. É imediato e os analógicos respondem melhor na One e PS4. No entanto, gerir o inventário é menos intuitivo.

Funcionalidades tais como o multi-jogador local Wii U foram removidas - é pena pois no original permitia que um jogador colocasse inimigos para o outro enfrentar. Nas novas versões foi completamente removido.

Cover image for YouTube videoZombi/ZombiU PS4 vs Xbox One vs Wii U Gameplay Frame-Rate Test [Updated]
Comparação do rácio de fotogramas entre as três consolas. 30fps seguros é o alvo mas todas sofrem perante efeitos de chuva, com quedas para 25fps ou menos.

Zombi - veredicto Digital Foundry

As melhorias visuais de Zombi na PS4, Xbox One e PC são poucas mas dentro das expectativas de uma conversão a baixo preço. O salto para 1080p é um bom começo mas o detalhe nas texturas pouco aumentou. Para os que esperam uma grande melhoria vão ficar desapontados - a experiência Wii U solo é servida a frio - os benefícios pequenos. Mesmo o PC não tem nada de mais, tem apenas opções para resolução e v-sync.

Os sistemas de controlo na PS4 e One marcam a maior diferença, pouco se perdeu ao sair do ecrã táctil da Wii U. A gestão do inventário é pior mas conta com atalhos no d-pad - pesquisar áreas e recarregar são tão acessíveis quanto antes. No todo, Zombi pode ter deixado o U mas os essenciais estão aqui e sem perder o que importa.

Ainda vale a pena jogar na Wii U devido ao seu esquema de controlo. Está entre os melhores usos do segundo ecrã da consola e o modo multi é exclusivo seu. A PS4 e One melhoram a performance e apesar de quedas abaixo dos 30fps perto do Buckingham Palace, cada uma oferece uma viagem suave. Em termos puramente técnicos, é fácil recomendar o PC para ir acima destes 30fps. Mas tendo em conta a qualidade da premissa central, talvez se tenha perdido uma oportunidade para ir mais além nas três, numa conversão luxuosa para estas plataformas mais poderosas.

Sign in and unlock a world of features

Get access to commenting, newsletters, and more!

In this article

Zombi

PS4, Xbox One, PC

ZombiU

Nintendo Wii U

Related topics
Sobre o Autor
Thomas Morgan avatar

Thomas Morgan

Senior Staff Writer, Digital Foundry

32-bit era nostalgic and gadget enthusiast Tom has been writing for Eurogamer and Digital Foundry since 2011. His favourite games include Gitaroo Man, F-Zero GX and StarCraft 2.

Comentários