Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Digital Foundry - The Evil Within 2 comparado na Xbox One X e PS4 Pro

A X corre a nativa 1800p, muito superior à 1080p na Pro.

O Digital Foundry decidiu olhar mais uma vez para The Evil Within 2, o mais recente jogo da Tango Gameworks, para analisar a sua performance e a qualidade de imagem nas versões mais poderosas das actuais consolas: a Xbox One X e a PlayStation 4 Pro.

The Evil Within 2 apresenta diversas melhorias visuais sobre o original e a sua performance é superior, mas o Digital Foundry procurou descobrir quais as melhorias que encontrarás se o jogares na Xbox One X ou na PS4 Pro.

Algo que fica desde logo evidente é que a Xbox One X apresenta uma grande vantagem na qualidade de imagem. A consola da Microsoft corre o jogo a 3200x1800 nativa, uma imagem que fica muito bem num ecrã 4K. Além da maior nitidez, consegues ver mais detalhes nos cenários sobre o que encontras na consola da Sony. De acordo com as informações oficiais da mais recente actualização, The Evil Within 2 corre a 2240x1260 na Pro, mas todas as capturas indicam uma imagem nativa a 1920x1080, mesmo em modo 4K.

Na Xbox One, os elementos do HUD correm a nativa 4K, enquanto na Pro correm a 1080p, o HUD e o jogo, algo que nos forçou a testar novamente o jogo e a testar uma terceira vez numa consola PS4 Pro diferente. Poderá ser um erro introduzido com a mais recente actualização.

A Xbox One X apresenta uma maior nitidez nas texturas mais distantes, devido a um filtro anistrópico superior, mas ambas as versões permanecem altamente idênticas no resto do departamento visual.

Em termos de performance, o alvo são os 30fps e ambas as consolas se mantêm no alvo na grande maioria do tempo. O uso de motion blur assegura que a actualização a 30fps se sente fluída. Não existem muitas diferenças entre as duas, mas em algumas cenas a Xbox One X sofre ligeiras quedas no rácio de fotogramas.

Cenas com muitos efeitos alpha demonstram a Xbox One X a enfrentar maiores dificuldades, com quedas de 2-3fps abaixo do alvo, talvez o aumento para 1800p esteja a testar de forma mais severa a GPU. Algumas cutscenes também operam de forma menos fluída na X, mas nada de muito grave. No entanto, isto significa que a Pro consegue uma experiência geral mais refinada em termos da estabilidade do rácio de fotogramas.

Tendo em conta que as quedas no rácio de fotogramas são raras e ocasionais, a Xbox One X entrega uma melhor experiência com a sua resolução 1800p, algo perceptível a todo o tempo. Mas para quem quiser, é possível desbloquear o rácio de fotogramas para tentar chegar aos 60fps. É algo raro de ver e muito bem-vindo.

Também aqui a PS4 Pro revela uma vantagem. A consola da Sony consegue afastar-se mais dos 30fps e ocasionalmente chega aos meios 40fps em cenas idênticas, onde a Xbox One X se mantém mais perto dos 30fps. Em cenas interiores menos exigentes, a Pro até consegue chegar perto dos 60fps, mas a performance é muito mais variável. Provavelmente não é a melhor forma de jogar The Evil Within 2.

Para quem joga num ecrã 4K, a Xbox One X é a escolha óbvia. A performance é estável e a resolução muito superior. A versão PS4 Pro apresenta uma ligeira vantagem no rácio de fotogramas, mas fica melhor num ecrã 1080p, onde a imagem não será convertida.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários