Skip to main content
Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Dez anos é suficiente para a Sony criar alternativas a Call of Duty, diz Microsoft

Não há como justificar um acordo para mais tempo.

A Microsoft respondeu à autoridade da concorrência no Reino Unido, a CMA, que 10 anos é tempo suficiente para a PlayStation arranjar alternativas para a série Call of Duty, que passará para as suas mãos quando comprar a Activision Blizzard King.

A Microsoft assegura que nos próximos 10 anos, os jogos da série Call of Duty serão lançados nas consolas da PlayStation e Nintendo, no dia de lançamento, com paridade de conteúdos e totalmente otimizados para cada uma das plataformas onde ficam disponíveis.

Questionada se 10 anos é um período de tempo suficiente, a Microsoft respondeu que sim, "um período de 10 anos é suficiente para a Sony, enquanto editora líder e dona da plataforma líder, desenvolver alternativas a CoD."

O acordo de 10 anos engloba a próxima geração de consolas e tendo em conta que os jogos comprados continuarão disponíveis, a série permanecerá nas consolas PlayStation além dos 10 anos e até durante mais anos, através da retrocompatibilidade.

A Sony disse anteriormente que Call of Duty é um "blockbuster essencial, um AAA sem rival" e que muitas companhias já tentaram criar rivais e não conseguiram, apresentando Battlefield e a Electronic Arts como exemplos.

A Sony acredita mesmo que a série Call of Duty pode influenciar a decisão de comprar uma consola.

Lê também