Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Despedimentos nas relações públicas da Sony

Ex-funcionário diz que jogos são enviados para morrer.

Um ex-membro do departamento de Relações Públicas na Sony Computer Entertainment diz que a companhia está a condenar os seus próprios produtos e que a marca PlayStation está a ser afetada por outras divisões da Sony.

Will Powers diz que toda a equipa de RP da Sony San Diego foi despedida e acredita que a política da sua anterior companhia não tem sido a melhor.

"Tens que ficar a pensar o que raios a PlayStation estava a pensar quando despediu mais de metade da sua equipa de RP de jogos a entrar na época Natalícia. De forma bem típica estão a mandar os jogos para morrer, porque não têm nenhum suporte das RP - LBPK, Sports Champions 2, Wonderbook."

"O pior de tudo é que o departamento de RP já tinha pessoal a menos. Tenho pena dos que ficaram lá, porque a sua carga de trabalha duplicou. Os RP não geram lucro, mas têm um custo operativo muito baixo em termos relativos dos seus resultados."

"Despedir para reduzir custos não faz sentido. Já mandavam para fora demasiado trabalho para agências que cobram demasiado, portanto despedir vai apenas aumentar um problema existente."

"A Sony no geral está a servir muitos mestres. Cada companhia devia operar autonomamente. A PlayStation não devia sofrer porque as TVs são demasiado caras. Digo tudo isto porque genuinamente gosto e me preocupo com o produto PS, mas estão a ser afastados do sucesso internamente."

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários