Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Dead Space remake expande a narrativa com missões secundárias

A equipa também inseriu lore da banda desenhada e sequelas.

A EA Motive revelou novos detalhes de Dead Space remake na página oficial do jogo e falou sobre o design de câmara contínua sem cortes para maior imersão, num texto no qual fala ainda da expansão da narrativa.

Segundo Philippe Ducharme, produtor sénior, a equipa olhou para o original com o maior dos respeitos e a fundação é a mesma, "no entanto, tamos a executar diversas melhorias na experiência para o tornar atrativo tanto para novos jogadores como para quem já o jogou. O primeiro passo foi falar com membros da comunidade identificados como 'os maiores dos fãs' e realizar encontros de 6 em 6 semanas, com total acesso ao projeto."

Ducharme diz que existem vários tópicos que geram discussão e com várias perspetivas, o que os motivou a falar com os mais dedicados fãs para obter feedback. O foco na comunidade é um dos pilares do projeto e de acordo com o feedback, expandir o lore tornou-se num objetivo.

"Olhámos para o lore de toda a série, que é muito maior do que no original. Tivemos Dead Space 2, Dead Space 3 e as bandas desenhadas, tudo isto a adicionar lore que foi injetado no jogo."

Roman Campos-Oriola, diretor, acrescentou que "queríamos que encaixe melhor na história e lore geral do universo Dead Space que evoluiu a partir do primeiro. Por exemplo, Isaac tem voz aqui, tal como nas sequelas."

Além disso, explica que personagens como Dr. Cross, que surgiram apenas em ficheiros de áudio, terão agora tempo de ecrã, enquanto Nicole também foi expandida com história de fundo.

"Estamos a criar toda uma camada narrativa de missões secundárias que vais querer ver, por exemplos o que aconteceu a Nicole durante o surto."

O remake de Dead Space chega a 27 de janeiro de 2023.

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários