Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Crytek fala sobre a PS4 Pro e a Xbox Scorpio

Permitem derrubar algumas limitações.

Depois da revelação da PlayStation 4 Pro, tal como muitas outras companhias, a Crytek falou o que pensa sobre a nova consola da Sony, e também da Xbox Project Scorpio anunciada em Junho pela Microsoft, através de Niklas Walenski, criador de videojogos na companhia.

Para Walenski e para a Crytek, o principal argumento destas novas plataformas, e de qualquer uma nova que chega ao mercado, é a possibilidade de ir mais além do que as limitações das existentes permitem.

"Estamos sempre limitados de alguma forma no desenvolvimento de videojogos, e temos de trabalhar dentro de certas restrições que estão geralmente relacionadas com o poder de um sistema comparado com o que gostaríamos de fazer. Um novo equipamento inevitavelmente remove algumas dessas limitações. Podemos criar mundos maiores, renderizar muito mais, e ter sistemas mais complexos a correr as nossas ideias," disse Walenski.

O homem da Crytek diz que cada consola tem o seu quê, mas existem muitos pontos comuns e que basicamente conferem mais poder aos criadores. Para ele, o quebrar das barreiras tecnológicas relacionadas com o ciclo de consolas é algo bom. Apesar da incerteza nos consumidores em ter uma indústria com um ritmo ao estilo do dos smartphones, a chegada de mais poder será sempre bem-vinda.

"Tivemos um ciclo muito longo com a Xbox 360 e a PlayStation 3, o que é bom para os estúdios por um lado, porque sabes com o que estás a trabalhar e podes refinar as coisas ao longo dos anos. Mas pelo outro, existem certas limitações dentro das quais estarás sempre a operar, e estavas limitado por elas enquanto a tecnologia as ia ultrapassando. Muito pode mudar em sete ou oito anos. Mas teremos que esperar para ver o que planearam."

A Crytek está agradada com o aparente final do tradicional ciclo de gerações de consolas, acreditando que ao invés de novas consolas termos uma família de consolas, será mais apelativo para os estúdios e editoras.

Marcado com

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários

More Notícias

Artigos mais recentes