Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Criador de Rick and Morty acusado de violência doméstica

Declarou-se "não culpado".

Justin Roiland, criador de Rick and Morty e o líder criativo da Squanch Games, conhecida por High On Life, foi acusado de violência doméstica num caso que remonta a 2020.

Segundo a NBC News, obrigado aos nossos colegas do Eurogamer, Roiland foi alvo de um processo legal no qual é acusado de agredir fisicamente e causar ferimentos corporais a uma mulher com quem namorava no início de 2020. Essa mesma mulher acusou Roiland de a ameaçar e não deixar sair de casa.

Roiland foi acusado formalmente em maio de 2020 pelo incidente que ocorreu a 19 de janeiro desse ano, eventualmente foi preso, mas pagou a fiança de 50 mil dólares para sair em agosto de 2020 da prisão. Em outubro de 2020 foi chamado pelo tribunal a prestar declarações e declarou-se como não culpado.

O caso ainda está numa fase pré-julgamento, que continua sem data de início, mas já decorreram várias sessões preliminares. Roiland está impedido de se aproximar ou sequer contactar a pessoa que o acusou.

Roiland é conhecido como criador de Rick and Morty, uma das maiores séries de animação em todo o mundo, com uma sexta temporada atualmente em curso.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários