Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Criador de It Takes Two defende menos microtransacções se o preço dos jogos aumentar

"Se têm mais compras in-game, não vejo sentido em aumentar o preço."

Muitos jogadores opõem-se ao aumento do preço nos jogos para as consolas de nova geração, no entanto, apesar dessa oposição, isso não impediu várias editoras de começarem a cobrar 79,99 euros pelos seus jogos. Mas nem todos os jogos estão a registar este aumento. Em casos como It Takes Two, o preço é bem menor (39,99 euros).

Recentemente tivemos a oportunidade de conversar com Josef Fares, o criador do jogo, e perguntámos se teve influência no custo do jogo, visto que a parte da distribuição está a cargo da EA.

"Foi algo que decidimos juntos. Sentimos que seria lógico para este jogo, não houve nada de estranho," disse Fares em relação ao preço convidativo de It Takes Two.

Sobre o aumento do preço nos jogos de nova geração, Fares também deu a sua opinião: "Em relação ao preço, os jogos estão a ficar mais caros, mas se têm mais compras in-game, não vejo sentido em aumentar o preço."

"Acho que existem dois lados desta moeda: um dos lados é que os orçamentos estão a aumentar e os jogos deviam custar mais, porque custam o mesmo que custavam há muitos anos. Mas se o preço dos jogos vai aumentar, então devíamos minimizar a quantidade de compras in-game."

Estás de acordo com o pensamento de Josef Fares? It Takes Two chegará às lojas a 26 de Março.

Sobre o Autor

Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários

More Notícias

Artigos mais recentes