Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Conviction inspirado em Uncharted e Max Payne

Jogo será mais virado para a acção explosiva.

Jogos como Maxy Payne e Uncharted serviram de inspiração para o desenvolvimento de Splinter Cell: Conviction.

O director do jogo, Patrick Redding, contou à revista Oficial Xbox 360 do Reino Unido que, "A inspiração chegou de muitas fontes, tanto de jogos como fora deles. Prestámos atenção a tudo desde Riddick a Max Payne. Claro que também demos uma boa vista de olhos a como funcionava Uncharted. Não só nos valores de produção, mas também de olharmos e vermos o que o jogador passa o seu tempo a fazer."

Redding acrescentou que, "Uma coisa que tivemos de mudar foi a jogabilidade em termos de furtividade que consistia simplesmente em sermos invisíveis: escondermo-nos nas sombras esperando o momento perfeito em que o guarda passa e o atacas. Isso é porreiro para tipos como tu e eu que temos jogado à série há alguns anos e somos suficientemente hardcore para sentarmo-nos e fazermos isso, mas desde o último jogo da série que o público de filmes como Bourne e Bond esperam um modo mais explosivo para a acção e espionagem."

"Essas pessoas esperam que Jason Bourne vá por um corredor, apanhe um extintor, olhe para o mapa, se mexa e tente ser invisível... mas quando vira uma esquina e vê dois tipos a aproximarem-se dele, lhes vá partir a cara e saia da situação assobiando. Acho que essa violência explosiva, a habilidade de meter-se de forma muito agressiva em problemas e sair deles (e de seguida desaparecer) é o que precisamos."

Splinter Cell: Conviction vai chegar já na próxima semana à Xbox 360 e no final deste mês ao PC.

Sobre o Autor

Luís Alves avatar

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Comentários