Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Champions Online

Bill Roper sobre o seu MMO de super-heróis.

Tão popular como sempre, o género dos Massive Multiplayer Online (MMO) continua a encantar verdadeiras legiões de jogadores que não perdem qualquer oportunidade para conhecerem novas experiências, e colocando todo o seu conhecimento em prática, a Cryptic prepara o seu regresso com Champions Online.

Champions Online é um jogo dos mesmos criadores de City of Heroes e City of Villains que promete cativar os apaixonados dos comics e a todos aos que não viram a cara a uma experiência diferente. Pela primeira vez a Cryptic vai lançar um trabalho seu numa consola, a Xbox 360, e Bill Roper considera que as consolas são tão válidas e interessantes para o género quanto o PC.

O director de design de Champions Online falou-nos sobre o seu trabalho e sobre o que podemos esperar deste novo mundo de super-heróis e temíveis vilões. Quais as novidades que vão implementar e quais os argumentos com que o jogo se vai apresentar para triunfar num género que abunda em opções, no PC pelo menos.

Eurogamer Portugal Como tem sido desde que foram adquiridos pela Atari? Isso ajudou as coisas de alguma forma?
Bill Roper

Com a aquisição pela Atari, nós agora temos a possibilidade de colocar todos os nossos esforços em fazer absolutamente o melhor que conseguimos. Também, a importância que a Atari colocou no avanço do espaço online vai ao encontro do que a Cryptic quer alcançar, por isso encaixam de forma fantástica. Estamos mesmo entusiasmados em trabalhar com eles e esperamos que isto seja uma relação fantástica e duradoura.

Eurogamer PortugalChampions Online é um MMORPG de super-heróis o que tem um apelo interessante. Como é que se lembraram da ideia para isto?
Bill Roper

Depois da NCSoft ter adquirido os jogos City of Heroes/Villains, a Cryptic quis criar um novo jogo que fizesse mais do que apenas construir na nossa experiências e sucesso passados. Quisemos fazer coisas das quais nunca pensámos nos dias de “City of”. Quando tivemos a oportunidade para comprar a licença Champions, agarrámos a oportunidade! O universo Champions existe desde 1981, por isso literalmente temos décadas do mundo, personagens, e mecânica de jogo que foram refinadas por centenas de milhares de jogadores à nossa disposição. Champions é tão rico e tão detalhado quanto qualquer outro que verias num comic tradicional, com a vantagem acrescentada de ser um jogo desde o início. Também conseguimos actualizar e refrescar alguns dos personagens mais antigos, e trabalhámos de perto com o grupo do papel e lápis para integrar estas alterações de novo nas novas edições do jogo que vão sair este ano.

Eurogamer PortugalQual é a história base principal para Champions Online?
Bill Roper

A principal e melhor linha de defesa da Terra são os seus heróis. Durante gerações, bravos homens e mulheres responderam ao apelo de proteger o mundo de vilões que ameaçam a sua segurança.

Hoje, organizações como a VIPER, ARGENT ou PSI usam tanto super poderes como super tecnologia nos seus desprezíveis esquemas de controlar o mundo. Criaturas vindas do espaço e outras dimensões procuram escravizar a humanidade. Os perigosos Takofanaes envergam magias negras de imenso poder. O super cientista Teleios está a criar um exército de clones e construções super poderosas para cumprir os seus desejos, enquanto que o robô Mechanon está a planear limpar o planeta de toda a vida orgánica.

A maior ameaça de todas é o Doctor Destroyer. Um génio super humano motivado pela conquista, Destroyer não vai parar até que toda a humanidade se ajoelhe perante a sua grandiosidade. Em 1992, Destroyer destruiu a cidade de Detroit matando milhares. Com anos para preparação, o seu próximo ataque seguramente vai colocar o planeta inteiro em perigo.

Liderados pelos The Champions, protectores de Millennium City, os heróis do mundo iniciaram uma cruzada pela paz, segurança e justiça. Mas precisam de aliados. Defender está a apelar por uma nova geração de super heróis para lutar numa guerra contra o mal que se espalha pelo globo e mais além.

Um enorme mundo precisa de ser protegido por isso, está na hora da porrada.

Existem numerosos pequenos arcos de história que ocorrem a todos os jogadores ao longo do jogo representados em várias missões ligadas. Também existem seis principais e globais arcos de história que abrangem todas as zonas do mundo. Também existe uma quantidade massiva de itens e lugares para encontrar e descobrir que revelam mais do passado de vários locais, vilões, grupos malvados, e por aí adiante. Finalmente, o sistema Nemesis permite aos jogadores criarem a estrela da sua própria linha de história onde perseguem e enfrentam o seu grande inimigo.

Eurogamer PortugalQuais foram as maiores fontes de inspiração para os heróis e poderes? Os bem conhecidos livros de banda desenhada ou criaram por vocês mesmos?
Bill Roper

A grande maioria dos heróis, vilões, e cenário de Champions Onlie vem directamente do jogo a lápis e papel. Fizemos muito trabalho a nível de actualização e na alteração de alguns visuais e poderes para melhor se encaixarem no género MMO, mas estamos em constante comunicação com a equipa do RPG de mesa para assegurar uma grande coesão entre os dois sistemas. Nós também queremos encorajar a nossa equipa a criar novos heróis e vilões que se encaixem dentro do mundo e linhas de história do jogo.

Eurogamer PortugalO mundo dos super heróis tem muito potencial e muitas habilidades vêm à cabeça, como vão gerir a forma como os jogadores escolhem e desenvolvem poderes?
Bill Roper

O nosso objectivo é permitir que os jogadores tenham uma experiência completa de banda desenhada a quatro cores dentro de um MMO. Isto significa oferecer tanta personalização quanto possível para que os jogadores possam criar personagens que se aproximem o máximo possível das suas ideias. Os jogadores levam este conceito base de personalização ao próximo nível ao serem capazes de construir os seus heróis ao usar e combinar todos os poderes no jogo ao invés de estarem restritos por classe ou tema. Isto significa não só como se parecem, mas também que poderes podem usar, e como melhoram o seu herói ao longo do tempo com o aumentar da experiência.

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários