Skip to main content

CEO da Ubisoft: Streaming vai substituir as consolas

Mas acredita que haverá mais uma geração.

Há vários anos que os líderes da indústria dos videojogos têm falado sobre o final das consolas. Agora, com esta geração de consolas cada vez mais próxima do final, o assunto voltou a surgir, trazido à baila por Yves Guillemot, o CEO da Ubisoft.

Yves Guillemot acredita que as consolas serão substituídas por serviços streaming de videojogos, semelhantes a serviços como o Spotify para a música e Netflix para filmes e séries. O CEO da Ubisoft refere que tem havido grandes avançados na tecnologia e que num futuro próximo poderemos desfrutar de videojogos desta forma sem atrasos.

"Acredito que teremos outra geração, mas existe uma boa chance de que passo-a-passo veremos menos e menos hardware," disse Yves Guillemot ao Variety. "Com tempo acredito que o streaming vai tornar-se mais acessível para mais jogadores e deixará de ser necessário ter um grande hardware em casa."

"Haverá mais uma geração de consolas e depois disso, estaremos no streaming, todos nós," rematou.

A mudança para o streaming vai ajudar a indústria a crescer, acredita o CEO da Ubisoft, permitindo que os videojogos sejam jogados em qualquer dispositivo sem a necessidade de uma consola.

O OnLive e o Gaikai foram as primeiras companhias a comercializar o streaming de videojogos. Ambas foram compradas pela Sony, que depois abriu o serviço de streaming PlayStation Now.

Fortalecendo o seu ponto de vista, Yves Guillemot menciona que "já existe uma boa quantidade de pessoas a trabalhar no streaming, como a Nvidia".

"Penso que será uma tendência e continuará a evoluir. Eventualmente a tecnologia vai melhorar dramaticamente e poderemos ter uma experiência suave nas grandes cidades do mundo."

Lê também