Skip to main content

CEO da Take-Two reticente quanto à adaptação cinematográfica das suas franquias

Apenas Borderlands e BioShock por enquanto.

Image credit: Take-Two

Apesar do sucesso de algumas adaptações de videojogos como o filme de Super Mario ou a série The Last of Us, parece que o CEO da Take-Two está um pouco reticente em seguir esse caminho para as suas franquias.

O CEO Strauss Zelnick disse o seguinte:

“Achamos que é uma oportunidade relativamente pequena economicamente. Não vamos usar o nosso balanço para investir em projetos de cinema e televisão. Essas são classes de ativos tipicamente muito desafiadoras com as quais estou bastante familiarizado.”

Ele acrescentou: “Apontar dois sucessos, por mais notáveis que sejam, desmente o facto de que há muitos, muitos fracassos em que se perdeu dinheiro. Até agora, adotamos uma abordagem muito seletiva para o licenciamento. E temos um filme de Borderlands vindo da Lionsgate. Temos o filme BioShock agendado também. Estamos entusiasmados com ambos. E, seletivamente, podemos ver o licenciamento no futuro quando houver um imperativo criativo e uma oportunidade económica”.

Tal como reporta o Gamesbeat, Zelnick diz que vão continuar a ser muito seletivos neste aspeto e veremos o que a Take-Two tem agendado para o seu futuro fora dos videojogos.

Lê também