Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

CEO da Epic diz que a Google é "um negócio com alma podre"

E afirma que o Google Play precisa de competição.

Acho que é seguro dizer que a Epic Games tornou-se, nos últimos anos, numa grande potência no mundo dos videojogos, não só pelo sucesso do seu motor gráfico, o Unreal Engine, mas também devido ao fenómeno de Fortnite.

No entanto, nem tudo tem sido um mar de rosas para a Epic Games, que tem estado envolvida numa batalha legal com a Apple e a Google sobre os royalties que estas empresas cobram por transações que são feitas através do Fortnite. Os jogadores que têm acompanhado este processo estão cientes de como Tim Sweeney, CEO e fundador da Epic Games, está descontente com a App Store da Apple, sendo que não nutre sentimentos muitos melhores pela Play Store da Google.

Recentemente, Sweeney utilizou a sua conta de Twitter para expressar o seu descontentamento com o Google Play, afirmando que a loja precisa de competição.

"O Google Play precisa desesperadamente de competição. Bloqueia aplicações populares como o Fortnite contra a vontade dos utilizadores, enquanto instala de forma forçada aplicações governamentais sem o consentimento dos utilizadores. É um negócio com uma alma podre."

Tudo isto vem no seguimento de informações de que utilizadores Android em Massachusetts, um estado dos Estados Unidos da América, relataram que nunca receberam uma notificação de que a aplicação MassNotify iria ser instalada nos seus telemóveis e que, ainda assim, a mesma foi instalada em segundo plano.

De acordo com o Google Play, a MassNotify é uma aplicação para os habitantes de Massachusetts que dá um alerta ao utilizador caso tenha estado exposto com alguém que tenha estado infectado com a Covid-19.

Marcado com
Sobre o Autor
Jorge Salgado avatar

Jorge Salgado

Redactor

Fã de cultura pop, séries jogos animes. É o nosso noobie.

Comentários