Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Capcom bate recordes de lucro no final de 2020

Graças à venda do catálogo digital.

A Capcom apresentou o seu mais recente relatório financeiro e revela lucros recordistas.

Durante os primeiros 9 meses do atual ano fiscal, período terminado a 31 de Dezembro de 2020, as vendas da Capcom aumentaram 22.6% e as receitas aumentaram 28.8%, alcançando perto de 191 milhões de euros. Segundo a companhia, a venda dos mais aclamados jogos no seu catálogo foram as principais responsáveis por estes resultados tão positivos.

Além disso, foi revelado que durante os últimos 3 meses de 2020, foram vendidas mais de 300 mil unidades de Resident Evil 3, 600 mil de Monster Hunter World: Iceborne, 400 mil de Monster Hunter World, 350 mil de Resident Evil 2 remake e 300 mil de Resident Evil 7.

A Capcom diz que o impacto da COVID-19 foi mínimo e não afetou o seu calendário de lançamentos, enquanto a falha de segurança e roubo de informações não teve grande impacto nas suas finanças.

A companhia japonesa espera registar lucros acima do esperado, devido à venda de jogos digitais no seu catálogo, como Resident Evil 3, mas também devido a Monster Hunter Rise, cujas reservas estão a deixar sorrisos na cara dos responsáveis pela Capcom.

"Temos visto uma performance sólida em Resident Evil 3, um novo jogo, juntamente com um contínuo crescimento de jogos do catálogo com elevadas margens e longos ciclos de venda, tais como Monster Hunter World: Iceborne."

A Capcom está agora a planear o lançamento de, pelo menos, 3 jogos de alto perfil, Monster Hunter Rise a 26 de Março, Resident Evil Village a 7 de Maio e ainda Monster Hunter Stories 2 para o Verão de 2021.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários