Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Call of Duty: Warzone inundado por "cheaters"

Activision bane mais de 50.000 batoteiros do seu novo battle royale.

Não é novidade para ninguém, que os jogos competitivos online são alvos fáceis para os batoteiros, especialmente no PC. Já recentemente reportamos o que tem acontecido em Destriny 2 e com o seu super competitivo Trials of Osiris.

Desta vez é o free-to-play Call of Duty: Warzone da Activision, que revelou através de um comunicado que baniu mais de 50.000 batoteiros do seu novo battle royale desde o seu lançamento.

"Não há lugar para batoteiros nos jogos. Warzone tem tolerância zero para os batoteiros", diz a Activision no comunicado. Ainda se pode ler,"nós levamos muito a sério todas as formas de fazer batota, mantendo um nível justo de jogo para todos como uma das nossas grandes prioridades. Esta é uma área que temos vindo a trabalhar com muita intensidade."

Nós aqui no Eurogamer Portugal já tivemos os nossos encontros imediatos com esses batoteiros. A lista de batotas utilizadas é enorme, desde Aimbots, Wallhacks, No Recoil, Radar Hack, e muitos mais.

Call of Duty: Warzone está disponível desde o dia 10 de março de 2020, e já são mais de 30 milhões que já experimentaram o battle royale free-to-play da Activision.

Sobre o Autor
Adolfo Soares avatar

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Comentários