Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Call of Duty poderá ficar fora do Game Pass devido a acordo entre a Sony e a Activision

Durante muitos anos.

A Microsoft informou a autoridade da concorrência e comércio do Reino Unido (CMA) que Call of Duty poderá ficar fora do Game Pass durante vários anos, devido a um acordo feito entre a Activision e a Sony.

Numa nota de rodapé, nas reações submetidas à CMA, a Microsoft diz que existem acordos efetuados entre a atual dona de Call of Duty e a PlayStation que proíbem a Microsoft de colocar jogos Call of Duty no seu popular serviço de streaming.

Segundo diz, isto permanecerá em efeito mesmo após a aquisição ficar concluída, uma vez que "o acordo entre a Activision Blizzard e a Sony incluem restrições sobre a capacidade da Activision Blizzard colocar títulos Call of Duty no Game Pass durante vários anos."

Desde a era da PS4 que a Activision entrou em acordo com a Sony para a série Call of Duty, lançada com o apoio da PlayStation que assegura exclusivos e incentivos extra para as suas versões.

A compra da Activision Blizzard é vista como uma forma de fortalecer o Game Pass com jogos da série mais vendida a cada novo ano e agora a Microsoft diz que não o poderá fazer por causa da Sony.

Sign in and unlock a world of features

Get access to commenting, newsletters, and more!

In this article
Related topics
Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários