Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Call of Duty foi para o espaço. Porquê?

Equipa diz ter mais liberdade.

Call of Duty: Infinite Warfare vai levar os jogadores para o espaço. Apesar de não ser a primeira vez que tal acontece (em 2013 CoD: Ghosts mostrou uma sequência fora do planeta), o foco do Call of Duty de 2016 no espaço é muito maior e transporta os jogadores para um ambiente cada vez mais futurista.

Em entrevista com o Gamespot, Jacob Minkoff, director de design em Infinite Warfare, afirmou que ir para o espaço permite um novo conjunto de possibilidades, e o estúdio até consultou especialistas militares sobre a plausibilidade de uma guerra no espaço, para assegurar que o jogo terá uma boa dose de realismo.

"Podemos levar-te para ambientes loucos, como a superfície de um asteróide descontrolado onde tens que evitar a luz solar porque te vai queimar a dois mil graus. Temos combate em zero gravidade onde podes estar na tua nave, podes activar a ponte, ir para outra nave para a percorrer em zero gravidade, mesmo de pernas para o ar, e começar um confronto nessa nave."

Os combates no espaço permitem novas oportunidades de jogo e até os cenários serão parte importante do gameplay, mas Minkoff diz ainda que a campanha se focará numa experiência sem interrupções. O jogador poderá estar a combater no chão, chamar a sua nave e voar para o espaço de forma a entrar numa dogfight. Tudo isto sem qualquer interrupção como um ecrã de carregamento.

"É a combinação de todos esses elementos que se conjugam tão bem que tornam este jogo mesmo, mesmo único."

O jogo não será um jogo aberto como Grand Theft Auto. Infinite Warfare contará uma história linear como sempre. A experiência principal continuará a ser a tradicional arma na mão e procura de cobertura.

No entanto, existirão missões secundárias que nos dão loot e mais armas, elementos opcionais na história e a sensação que os itens ganhos nas tarefas adicionais facilitam a próxima missão.

Infinite Warfare chega dia 4 de Novembro à PlayStation 4, Xbox One, e PC, e o espaço é a próxima fronteira militar pois permite novas e ricas experiências de jogo.

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários

More Notícias

Artigos mais recentes