Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Call of Duty: Advanced Warfare poderá ter sequela

Sledgehammer admite que não quer arruinar a história de modo a que possa haver outro jogo.

Call of Duty: Advanced Warfare ainda está a alguns meses de distância e como tal, é cedo para falar numa sequela, mas os fundadores da Sledgehammer Games, Michael Condrey e Glen Schofield, admitiram numa entrevista com a Game Informer que a história está a ser pensada de forma a que possa haver outro jogo.

"Temos que pensar de um modo que não arruíne a história e o mundo de forma a que não possas ter outro jogo", foi dito. "Estamos a optar por um caminho em que outro jogo possa existir," continuou Schofield.

Michael Condrey e Glen Schofield também abordaram a potencialidade do novo jogo ser semelhante a Call of Duty: Black Ops 2 da Treyarch, que também decorria num futuro próximo, no ano de 2025 (Advanced Warfare decorre em 2054).

"Falamos com Mark Lamia (líder da Treyarch) e os seus designers e artistas o máximo possível, para que não houvesse duplicação. Mas penso que percebemos depois dos primeiros seis meses que tínhamos esta quantidade enorme de informação e uma visão, se permitíssemos isso e usássemos o estilo da Sledgehammer, teríamos algo diferente".

Call of Duty: Advanced Warfare será lançado a 4 de novembro para PC, PS4, PS3, Xbox One e Xbox 360.

Sobre o Autor

Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários