Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Caixas de Loot não é Jogo de Sorte diz entidade Britânica

O conteúdo está restrito ao jogo em si.

A controvérsia das caixas de loot continua a dar que falar, especialmente após o que a Electronic Arts apresentou em jogos como Star Wars: Battlefront 2. A questão subiu de tom e chegou mesmo às entidades governamentais em vários países.

Tal como na Bélgica e Holanda, também no Reino Unido a comissão local responsável por regulamentar os jogos de sorte foi questionada sobre a situação, dizendo que cabe ao Parlamento decidir o que é ou não jogo de sorte.

De acordo com a lei no Reino Unido, as caixas de loot não são consideradas jogos de sorte pois apenas podem ser usadas dentro do respectivo jogo e não podem ser trocadas por dinheiro.

Uma vez que os itens obtidos via caixa de loot estão restritos ao jogo e não podem ser trocados por um valor monetário real, dificilmente as micro-transacções serão consideradas jogo de sorte.

Pelo outro lado, as entidades governamentais estão já atentas a sites que tentam oferecer serviços de apostas baseados em conteúdos in-game, algo contra o qual já podem agir.

A Comissão Britânica diz ainda que muitos pais não estão preocupados se as caixas de loot são legais ou não, apenas querem saber se podem ser prejudicais para os seus filhos.

Da Bélgica e do Hawaii, nos Estados Unidos da América, o debate parece seguir numa direcção muito mais firme contra as micro-transacções, existindo a possibilidade de serem proibidas nos videojogos.

Marcado com

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários