Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

British Gas diz aos clientes para desligar as consolas "vampiras" e os portáteis

A polémica instalou-se no Reino Unido.

A British Gas aconselhou os seus clientes a verificar os seus dispositivos como consolas, portáteis e TVs, para não os deixar em "stand-by" e poupar algum dinheiro consoante a conta da eletricidade continua a crescer.

O aviso que estes "dispositivos vampiros" estão a sugar energia, mesmo em modo descanso ou em suspensão, o que se torna caro para ti e prejudicial para o planeta surge num momento em que os preços do gás e eletricidade no Reino Unido estão a disparar e estas companhias apresentam lucros incríveis.

Segundo relatam os nossos colegas do Eurogamer no Reino Unido, este aviso está a ser recebido com fortes críticas de clientes que encaram isto como as companhias a passar a culpa das contas elevadas para os clientes.

Através da BBC News, a British Gas partilhou as suas descobertas, onde revela que é possível poupar mais de 150 euros por ano ao desligar estes "dispositivos vampiros" por completo. No entanto, até as suas contas estão a causar polémica.

A British Gas diz que pagas cerca de 30 euros a mais por ano ao deixar a TV em stand-by, enquanto as consolas de jogos podem subir a fatura anual em, pelo menos, 15 euros. A recomendação é comprar tomadas inteligentes ou remover os dispositivos das tomadas.

No entanto, a companhia está a ser acusada de espalhar informações erradas, uma vez que em 2013 a comissão europeia decretou uma TV em stand-by não pode consumir mais de 0.5 Watts por hora. Isto daria algo inferior a 2 euros de poupança na conta anual de eletricidade, muito distante dos 30 euros que a British Gas diz.

Após estas revelações da British Gas sobre os "dispositivos vampiros", os clientes estão furiosos com a tentativa de passar a culpa e ainda por cima justificada com pesquisa totalmente errada.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários