Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Bridget de Guilty Gear Strive apresentada como trans

Arc System Works atualiza a sua história.

A Arc System Works apresentou Bridget para Guilty Gear Strive no Evo 2022 e de imediato começou a despertar as atenções devido aos seus io-ios, mas esta primeira personagem do Season Pass 2 está a dar que falar por mais motivos.

Ao longo dos últimos dois dias após o anúncio de Bridget, a comunidade começou a descobrir pistas que evidenciam Bridget como uma personagem transgénero e apesar da Arc System Works nada ter comentado publicamente, Guilty Gear Strive está já a ser celebrado devido a este passo pela inclusividade.

Bridget surgiu pela primeira vez em Guilty Gear XX de 2002, onde é apresentado como um rapaz muito adorável e apesar do seu visual sugerir que é uma mulher, nasceu como um de dois rapazes gémeos numa família muito rica.

A descrição oficial de Bridget partilhada pela Arc System Works refere que Bridget nasceu juntamente com o seu irmão e devido à superstição, a família teve de mentir e fazer de conta que é uma rapariga. Apesar de tentar mostrar que não tinha problemas com isso, Bridget eventualmente pensou que agir como um homem mostraria que a superstição não fazia sentido e tentou caçar recompensas.

O modo Arcade de Guilty Gear Strive mostra um diálogo no qual Bridget fala do incómodo em tentar agir como um homem e que não mais quer mentir a si própria, assumindo-se como uma mulher confortável com a sua forma de estar e ser.

Perante isto, a comunidade está já a criar novas cores para Bridget e a celebrar um jogo de luta no qual podem jogar com esta nova personagem.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários