Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Blizzard está a desenvolver a maioria dos jogos mobile internamente

Será responsável por lançar Diablo: Immortal fora da China.

Diablo: Immortal é muito mais do que uma controvérsia gerada durante a BlizzCon 2018, é um novo jogo mobile que a Blizzard está a desenvolver dentro de uma das suas aclamadas séries.

Uma das particularidades mais interessantes em torno do jogo é que está a ser desenvolvido pela Chinesa NetEase e essa parceria está a gerar imensa curiosidade entre a comunidade adepta de Diablo.

Allen Adham, cofundador da Blizzard, e Wyatt Cheng, designer principal, falaram sobre Diablo: Immortal e dizem que apesar de representar uma parceria, a grande maioria dos jogos mobile estão a ser desenvolvidos internamente.

"Muitos programadores da Blizzard criaram jogos PC e mobile durante os últimos anos. Os jogos mobile, em particular, estão a ser desenvolvidos com todas as propriedades intelectuais," disse Adham.

"Alguns estão a ser desenvolvidos em conjunto com outros, como Diablo: Immortal, mas a maioria delas estão a ser desenvolvidas unicamente pela Blizzard Entertainment."

Diablo: Immortal será lançado pela NetEase na China, mas será a Blizzard a tratar do lançamento no resto do mundo, apresentando-te um jogo que descreve como uma sequela para Diablo 2 ou uma prequela para Diablo 3, dependendo do jogo que mais gostas.

Adham explicou ainda que Diablo: Immortal não terá a funcionalidade Auto Combat pois estão focados em converter o gameplay essencial da série para o formato mobile.

A intenção da Blizzard é adicionar novos conteúdos ao longo dos meses pós-lançamento e sobre a sensível questão do modelo "pay to win", a Blizzard disse que os seus jogos são uma boa referência para o que esperar.

"É difícil dizer com exactidão como abordaremos este problema em termos de negócio, mas os anteriores jogos da Blizzard são uma boa referência para compreenderes," disse Adham.

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários