Picture of Richard Leadbetter

Richard Leadbetter

Technology Editor, Digital Foundry

Rich has been a games journalist since the days of 16-bit and specialises in technical analysis. He's commonly known around Eurogamer as the Blacksmith of the Future.

Featured articles

Digital FoundrySony está a trabalhar com tecnologia Ryzen CPU da AMD - a PS5 é o alvo mais provável

Programador PlayStation está a melhorar o suporte Ryzen numa principal ferramenta de desenvolvimento.

Digital FoundryDF Retro: Revisitámos a E3 2004 - PlayStation Portable vs Nintendo DS

As máquinas que definiram os videojogos portáteis, desde os smartphones à Switch.

Digital FoundryWipEout Omega Collection na Realidade Virtual

O Digital Foundry jogou-o na PS4 Pro.

Já a consideramos uma compra altamente recomendada para os utilizadores da PlayStation 4 e Pro, mas WipEout Omega Collection da Sony sobe hoje um patamar devido às melhorias gratuitas que introduzem suporte para Playstation VR. Tivemos acesso à versão PS4 Pro e jogámo-la extensivamente - e podemos garantir que se trata de algo especial.

Passaram três meses desde que Playerunknown's Battlegrounds chegou à Xbox One e Xbox One X. Lançado em formato de Acesso Antecipado, ficou desde logo aparente que a versão de consola tinha sérios problemas: a apresentação deixava a desejar, as texturas sofriam graves problemas de streaming e o rácio de fotogramas estava abaixo do aceitável, para sermos generosos. Três meses depois e chegaram melhorias, mas a performance, vital para PUBG, ainda deseja a desejar - algo com o qual os responsáveis concordam.

Digital FoundryEm teoria: Poderá uma revisão de hardware à Switch prolongar a sua vida?

A Nintendo quer que a Switch dure além de 2021 - a tecnologia melhorada é a solução natural.

Na semana passada, emergiram notícias dos planos imediatos e a longo prazo da Nintendo para a Switch, publicados no Wall Street Journal. O título tornou claro que não haveria revisão de hardware este ano, com a Nintendo a destacar os periféricos USB-C e a sua fascinante iniciativa Labo. Contudo, escondido no relatório de Fevereiro para os investidores, o CEO da Nintendo, Tatsumi Kimishima, falou sobre os seus planos para prolongar o ciclo de vida da Switch para além da média de cinco a seis anos, levando o ciclo da consola híbrida até 2021, pelo menos. Para que isto funcione, as revisões de hardware são inevitáveis.

Digital FoundryDigital Foundry - Witcher 2 a 4K na Xbox One X comparado com a versão PC

Os visuais do jogo de 2011 da CD Projekt ainda estão bons - mesmo em ecrãs UHD.

The Witcher 2: Assassin of Kings é uma novidade especial nos clássicos Xbox 360 com melhorias na Xbox One X, que nos deixou altamente entusiasmados para o experimentar na consola. A versão 360 não foi uma mera conversão, mas sim uma remodelação do original PC, construído para tirar proveito de uma plataforma mais poderosa. A conversão sofreu vários cortes, mas até apresentou algumas melhorias. A questão agora é como fica num ecrã 4K e como está o original PC a correr na mesma resolução?

Ainda é brilhante. É mesmo. Na Xbox One X, Crackdown é ainda melhor do que aquilo que te lembras. O clássico de 2007 é convertido lindamente para uma resolução 4K mas o facto mais estonteante é que o gameplay ainda é válido - puramente soberbo. Peguei no jogo exactamente no ponto em que o deixei - com um Agente repleto de ferramentas, no seu nível máximo, próximo a enfrentar o último gang do jogo, o vilão Shai-Gen. O que aconteceu a seguir é Crackdown no seu melhor: carnificina absoluta nas estradas de Pacific City, guerra urbana numa escala simplesmente espectacular. É - provavelmente - o melhor euro que alguma vez gastei num jogo.

Digital FoundryDF Retro: O que era real na revelação da PS3 na E3 2005?

Além dos alvos, uma visão para o futuro da tecnologia da indústria.

O ano de 2005 daria início a uma geração de consolas que iria oferecer um salto estratosférico no poder de processamento e capacidades dos jogos, comparado com a PlayStation 2, Xbox e GameCube. Antes da E3 2005, a Microsoft já tinha anunciado a Xbox 360 - estranhamente, através de um programa especial na MTV - mas os jogadores não ficaram espantados com o equipamento de pré-produção revelado. Os olhos estavam todos postos na Sony para revelar a PlayStation 3 na E3 2005 e quando o momento chegou, os jogadores assistiram uma inacreditável demonstração de tecnologia de topo. Inacreditável, literalmente.

Digital FoundryDigital Foundry - Forza Horizon fica espantoso a 4K na Xbox One X

Não precisa de remaster: é outra bela amostra da retro-compatibilidade.

A Microsoft apresentou novos jogos Xbox 360 retro-compatíveis com melhorias na Xbox One X - Forza Horizon, The Witcher 2, Crackdown 2 e Fable Anniversary Edition. Temos um aumento de 9x na resolução em todos, juntamente com melhor performance onde necessário, mas o nosso foco hoje é Forza Horizon. A qualidade de imagem é incrível nesta transição para Ultra HD e até existem mais melhorias.

Digital FoundryRyzen 3 2200G/ Ryzen 5 2400G análise: jogar jogos AAA sem placa gráfica?

O processador de entrada da AMD é um verdadeiro vencedor.

A AMD gosta de providenciar aos usuários de PC um óptimo CPU a rondar os 80 euros e, com o Ryzen 3 2200G, podes contar com um verdadeiro clássico. A sabedoria tradicional sugere que, ao construíres um PC para gaming, precisas de comprar tanto um CPU como GPU, mas a última oferta da Red Team oferece um pacote tudo-em-um - um CPU Ryzen quad-core, emparelhado com gráficos Radeon RX Vega. Terás, todavia, de ser realista com as configurações e resoluções de qualidade - não te esqueças que tens apenas pouco mais que 1,1 teraflops de computação para jogares - algo que será suficiente para executares a maioria dos títulos AAA para PC, testes estes que nos garantiram imensa diversão.

Digital FoundryBayonetta 2 na Switch é um port da Wii U turbinado

Pequenas melhoras visuais e no desempenho tanto em dock como em modo portátil.

No ano passado argumentamos que os ports da Wii U para a Switch são positivos. São uma oportunidade de fortificar o catálogo da nova consola híbrida da Nintendo com um leque de jogos de qualidade que nunca receberam a exposição merecida. Escrevemos essa peça com base nos ports de Bayonetta sugeridos pela Platinum Games e, seis meses depois, esses jogos estão nas nossas mãos.

Digital FoundryDigital Foundry - Análise à actualização de PUBG na Xbox One: dois passos em frente, um para trás

O rácio de fotogramas melhorou, mas a performance ainda é fraca - o netcode ficou pior.

Uma semana depois do controverso lançamento, a versão Xbox One de PlayerUnknown's Battlegrounds foi actualizada, apresentado um conjunto de correcções de bugs e o que as notas descrevem como a primeira parte de melhorias visuais e na performance, juntamente com anti-aliasing 'ligeiramente melhorado. Então o que mudou? Da nossa perspectiva, esta actualização é um caso de dois passos em frente, um para trás.

Digital FoundryPUBG tem mau desempenho na Xbox One e na X

As primeiras impressões não corresponde às expectativas.

PlayerUnknown's Battlegrounds é - sem margem para dúvidas - o maior jogo do mundo, neste momento, pelo que a exclusividade do título na consola da Microsoft é algo que não se pode levar de ânimo leve. Igualmente, sem margem para dúvidas, é o facto dos gráficos do jogo da versão PC serem um constante trabalho em progresso, com uma performance pouco estável. Com isso em mente, alguns poderão dizer que é praticamente miraculoso que alguma versão de PUBG consiga correr numa consola. Contudo, numa outra perspectiva, é inegável que o estado actual do jogo está a léguas do que é esperado de um lançamento para uma consola.

Com a chegada das actualizações da Xbox One X, a grande maioria das notícias são boas. Talvez não seja bem a amostra de 'verdadeira 4K' que muitos esperavam e técnicas como resolução dinâmica são empregues para converter jogo 900p e 1080p para melhor apresentação em ecrãs 4K. Mas as apresentações têm sido convincentes e as melhorias palpáveis - o que fez de Titanfall 2 uma desilusão. Baseada nas nossas descobertas, a Respawn Entertainment passou vários dias a ajustar o código e chegou uma nova actualização no final da semana passada.

Digital FoundryDigital Foundry: Algo não está bem em Titanfall 2 na Xbox One X

A resolução dinâmica vai além de 4K - mas as cenas mais intensas estão melhor na PS4 Pro.

Titanfall 2 deu muito que falar quando Drew McCoy da Respawn Entertainment disse que o conversor dinâmico do jogo poderá chegar a uma resolução de 6K na fase pré-produção. A actualização Xbox One X já se encontra disponível e tornou-se óbvio que algo correu mal com a actualização. Apesar de existirem melhorias, repetidos testes na campanha mostram a resolução a descer mais baixo do que na PlayStation 4 Pro, produzindo uma apresentação menos nítida em vários momentos.

Digital FoundryMicrosoft Xbox One X - Análise

O veredicto do Digital Foundry.

Um ano depois do lançamento da PlayStation 4 Pro, a consola 'turbinada' da Sony teve resultados variados. Enquanto jogos como Gran Turismo Sport e Horizon Zero Dawn demonstraram o quão bem os títulos se convertem para ecrãs 4K HDR, muitos jogos apresentaram resultados que deixaram a desejar, com apenas pequenas melhorias sobre as versões PS4 base. Agora é a vez da Microsoft com a nova Xbox One X, que oferece uma abordagem à base da força bruta ao desafio 4K.

Digital FoundryDigital Foundry: Jogámos a conversão 'impossível' de DOOM na Switch

Um PC com especificações iguais às da Switch entrega a mesma experiência?

O quão poderosa é a Switch e quais os seus limites? Da nossa perspectiva, tem sido divertido e fascinante ver a evolução da plataforma, as nossas expectativas sobre as capacidades do processador Tegra X1 foi batida em vários jogos. Mas uma conversão do DOOM de 2016 para a Switch? Isso está num outro nível, tínhamos de verificar isto. Jogamos cerca de 40 minutos do jogo e a questão é: como é que conseguiram?

A Microsoft está a planear uma revolução silenciosa na forma como funciona o stream e instalação de jogos na Xbox One e Xbox One X. O novo sistema - conhecido internamente como Intelligent Delivery - tenta poupar espaço no disco e reduzir os tempos de carregamento ao permitir que os utilizadores descarreguem apenas os assets que precisam, ao invés de todo o jogo. A Microsoft diz que já deu algumas dicas sobre esta funcionalidade, confirmando que os jogadores Xbox One não vão precisar de descarregar os assets 4K da Xbox One X, mas vai além disso, sendo flexível o suficiente para suportar jogos em vários discos - algo que ainda não é suportado pela Xbox One.

Actualização 27/8/17 8:40: O Digital Foundry voltou da Gamescom e a primeira coisa que fez foi investigar os bens que a Square Enix revelou para a versão Xbox One X de Rise of the Tomb Raider, para ver como se compara com as versões existentes. John Linneman compilou as suas descobertas na análise em vídeo, em baixo, e também apresentamos imagens comparativas PS4 Pro e PC.

Digital FoundryDigital Foundry - Jogámos 10 jogos Xbox One X que nos mostram do que é realmente capaz

Quantum Break, Titanfall 2, Gears of War 4, F1 2017, Shadow of War - e mais.

Existem dois lados na amostra da Xbox One X na Gamescom. Inicialmente, o colossal espaço da Microsoft parece albergar um pequeno leque de experiências familiares. Forza Motorsport 7, Assassin's Creed Origins e Super Lucky's Tale - jogos que vimos na E3 - acompanhados por uma impressionante versão a 4k nativa de Shadow of War. Além do jogo da Warner Bros., nada de novo. Forza 7 continua lindo (tal como a versão PC) enquanto os outro estão similares ao que já vimos.

Digital FoundryAnálise do AMD Ryzen 5 1600/1600X vs Core i5 7600K

A AMD acertou em cheio: o Ryzen é a melhor compra.

Desde que o Core i5 2500K foi lançado em Janeiro de 2011, esta linha de processadores quad-core tem sido a escolha mais frequente para os gamers que procuram montar um gaming PC razoável. O i5 é um processador rápido e os jogadores podem fazer-lhe oveclock, mantendo-o competitivo durante um período de 5 a 6 anos. Mas com o regresso da AMD o i5 encontrou um rival, especialmente no mercado x86, e o Ryzen 5 1600 e 1600X são simplesmente um produto irresistível: o Core i5 já não é a escolha óbvia para os gamers, pois agora tem uma concorrência genuína e forte. E para pouparmos tempo, caso tivéssemos de escolher entre um 7600K ou o Ryzen 5 1600, o qual é mais barato, escolheríamos o produto da AMD.

Digital FoundryOs ports da Wii U para a Switch são bons para a Nintendo - e para nós

Uma geração de jogos que merece uma segunda oportunidade na nova consola híbrida.

13 de Janeiro de 2017: a Nintendo demonstra pela primeira vez a sua nova consola ao vivo, e à medida que caminhamos por Hammersmith Apollo, existe um sentimento constante de déjà vu, um sentimento de que já vimos tudo isto antes. A maioria dos jogos apresentados são ports da Wii U ou sequelas melhoradas. O Legend of Zelda: Breath of the Wild é, de longe, o jogo mais impressionante do evento, mas lá no fundo trata-se também de um porte da Wii U. Com o lançamento de uma nova consola espera-se novos jogos e experiências, portanto é difícil não nos sentirmos desapontados. Porém, dois meses mais tarde este sentimento muda drasticamente. A consola é fantástica, e o software é de tal forma impressionante que o Mario Kart 8 GOTY se torna no título que ultrapassou o recorde de vendas nos 25 anos de história desta série.

Com a Playstation 4 Pro no mercado e a Xbox One X prestes a ser lançada, a Microsoft e a Soyn vão inevitavelmente começar a focar-se nas consolas da próxima geração. Existem várias dúvidas sobre quando vão ser lançadas as consolas da próxima geração, assim como qual vai ser o preço dessas máquinas. No entanto, existe um aspeto tecnológico que sabemos que vai ocupar um papel central nestas consolas: a tecnologia do CPU Ryzen da AMD, e a introdução desta nova arquitectura pode ter várias implicações na forma como jogamos.

Digital FoundryRevelado: Microsoft Xbox One X benchmarks

Resolução Nativa de 4K vs 900p/1080p na Xbox One e Retrocompatibilidade.

Estávamos esperançosos que a Microsoft iria revelar o poder da Xbox One X na E3, porém apenas foram revelados alguns títulos nativos, e por isso, existe algum cepticismo perante o "true 4K" que a Microsoft reclama. No inicio do evento os developers falaram dos resultados impressionantes que conseguiram alcançar com esta consola: a Monolith confirmou que o Shadow of War iria correr em 4K nativo, enquanto que a Respawn Entertainment disse que o Titanfall 2 faz scaling até uma resolução de 6K. Para além disso, o Studtio Wildcard, produtor do Ark, disse que a Xbox One X é como um PC com uma GTX 1070 com 16GB de RAM. A Microsoft está confiante nas capacidades de 4K desta consola, com os benchmarks iniciais a prometerem uma máquina poderosa.

primeiros anterior