Skip to main content
Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Assassin’s Creed Origins a 60fps na PS5 e Xbox Series

Nova atualização a caminho.

Assassin’s Creed Origins parece pronto para receber uma atualização que permitirá jogá-lo a 60fps na PlayStation 5 e Xbox Series, algo no qual a Ubisoft demonstrou interesse e se prepara para fazer a qualquer momento.

O PlayStationSize, dedicado a monitorizar a base de dados da PlayStation Network, detetou que foi submetida uma atualização 1.60 para Assassin’s Creed Origins, cujas informações referem precisamente essa nova opção de jogar com melhor desempenho.

As informações da Ubisoft descobertas nos servidores indicam que a v1.60 de Assassin’s Creed Origins "ativará um rácio de fotogramas superior ao correr na consola PlayStation 5," o que praticamente confirma a surpresa da Ubisoft.

Em dezembro de 2021, a Ubisoft partilhou que estava a investigar a possibilidade de introduzir os 60fps em Assassin’s Creed Origins, após Assassin’s Creed Odyssey ter recebido essa opção e está muito perto de o fazer.

Apesar desta descoberta feita nos servidores da PlayStation confirmar a atualização para a PlayStation 5, as versões Xbox Series também a vão receber pois o plano da Ubisoft é ativar a melhoria em Assassin’s Creed Origins na nova geração.

A série da Ubisoft continua a desfrutar de imensa popularidade, especialmente neste segundo ano de Valhalla que regista imensa atividade, enquanto os rumores falam num jogo de menor escala, focado em Basim, que poderá chegar ainda este ano.

Ao mesmo tempo, a companhia trabalha em Infinity, um novo Assassin's Creed que continuará a expandir os elementos de jogo vivo que já existem na série há largos anos.

Sign in and unlock a world of features

Get access to commenting, newsletters, and more!

In this article

Assassin's Creed: Origins

PS4, Xbox One, PC

Related topics
Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.
Comentários