Disposta a expandir o seu franchise de sucesso, a Ubisoft decidiu que Tom Clancy iria dar origem às aventuras de um esquadrão de pilotos que cruzam os céus em prol da justiça e assim sendo chega-nos Tom Clancy's High Altitude Warfare eXperimental Squadron. Vamos abreviar para HAWX. Este novo título surge incluído no famoso franchise que não só expande em variedade e conteúdo como também se coloca num género pouco explorado na actual geração. A oferta no género é escassa e a Ubisoft decidiu que as suas histórias de guerra iriam dar origem a um jogo que carrega em si todo o tom de um jogo Tom Clancy.

Tom Clancy's HAWX coloca-nos no papel do piloto da força aérea Americana David Crenshaw. Após uma última missão, o esquadrão ao qual pertencemos é desactivado, mas a nossa habilidade não é desconhecida e num mundo onde as companhias militares privadas ganham crescente importância, e poder, é quase inevitável que o convite seja feito para entrarmos numa. Os HAWX continuam assim no activo e vamos ter que ajudar a cumprir os contractos feitos com os clientes da Artemis, a companhia para a qual entrámos. Viajando por todo o mundo, vamos ajudar a acabar com ataques contra cidades por facções terroristas, vamos proteger pontos estratégicos e vamos atacar bases de facções que se opõem aos nossos clientes.

1
Não precisam de serem ases dos ares pois o jogo oferece ajudas para progredirmos.

Como é habitual nos jogos com a marca Tom Clancy, a história é um dos elementos mais importantes e cujo desenrolar é feito através de sequências cinematográficas entre missões. Através de alguns documentos vamos conhecendo um pouco mais daquilo que nos rodeia e as tradicionais tramas políticas e militares são o forte no jogo. A Ubisoft faz com que o nome Tom Clancy seja notado e também faz questão que o jogador se sinta dentro deste mundo que criou ao longo de vários títulos. Exemplo disso é a primeira missão durante a qual temos que ajudar um certo soldado Mitchell de um esquadrão que tenta parar facções invasoras nas fronteiras do México. Uma boa forma que a Ubisoft encontrou de situar e familiarizar o jogador com o intuito de solidificar o franhise Tom Clancy.

HAWX mais do que outras coisas vai exigir tempo e paciência ao jogador. A Ubisoft criou um resultado que pode ser apreciado por qualquer um mas só mesmo os apaixonados pelos aviões e os que podem investir o tempo necessário a conhecer o jogo e a melhor forma de controlar os aviões é que vão conseguir tirar proveito do título. Os mais experientes vão conseguir aceder a uma experiência realista e recompensadora mesmo que os novatos e pouco habituados consigam na mesma um resultado divertido, pois a Ubisoft incluiu algumas ajudas preciosas. A escala de progressão apela a que aos poucos e poucos desliguem as ajudas para conseguirem aceder a um ambiente mais real e por seu lado ainda mais táctico e mais exigente. No entanto HAWX pode facilmente tornar-se aborrecido, problema muito ligado às missões que acusam alguma repetição.

Para balançar temos várias novidades a desbloquear e não pensem que ao se tornar acessível para os novatos HAWX é um jogo fácil. Para obterem novos aviões ou aceder a extras secretos devem conquistar experiência durante as missões e só mesmo os mais dedicados e experientes vão conseguir obter tudo. A Ubisoft garantiu que a acessibilidade não sacrificasse o empenho que um jogo do género requer e obriga-nos a aperfeiçoar e a aumentar a dificuldade com o intuito de obter mais novidades e extras.

2
A perspectiva de dentro do cockpit ajuda a uma maior imersão no jogo.

Graficamente os "falcões" da Ubisoft conseguem um resultado interessante. O enorme tamanho exigido aos cenários para um jogo deste género é inimigo do detalhe, mas mesmo assim HAWX consegue ser agradável. O nível de detalhe é bom, especialmente em algumas partes dos cenários e os aviões estão muito bem apresentados, especialmente se optarem pela visão de dentro do cockpit que confere uma maior imersão no jogo e uma maior sensação de realismo. Os cenários são variados e a sensação de velocidade parece ser quase perfeita para garantir um resultado táctico mas não aborrecido.

Se não quiserem cumprir missões de história, podem dedicar-se a simples missões que vos ajudam a compreender como controlar melhor o avião ou simplesmente a ter uma experiência rápida. Alternativamente temos os modos online que elevam a experiência a um novo patamar e ao mesmo tempo asseguram um extra na longevidade. Se pretendem dar verdadeiro valor à palavra esquadrão, podem entrar no modo cooperativo online e com mais três pessoas enfrentar missões cujo sucesso depende do trabalho conjunto. Também podem entrar num modo competitivo que eleva a experiência HAWX a um outro nível. Saber que estamos a enfrentar adversários humanos que trazem para os confrontos novas tácticas e elementos pode ajudar a que cada confronto seja uma experiência única e cativante A componente online é um dos aspectos mais importantes e prova disso é uma especial funcionalidade presente no jogo.

Uma das funcionalidades mais interessantes de HAWX é a possibilidade de gravar vídeos durante as missões para depois colocar na internet, no Youtube. Para além dos modos online, que nos deixam cooperar ou competir contra outros jogadores, esta funcionalidade assegura um certo espírito de competição, pois a vontade de gravar grandes momentos vai ajudar a despoletar uma certa competição entre os mais dedicados.

Tom Clancy's H.A.W.X. não é um jogo que possa ser recomendado a qualquer um. É preciso um gosto especial por este género e um gosto pelo desafio de progredir com vista a melhoramentos na forma de jogar. Existem vários extras para desbloquear e o desafio é grande mas primeiro precisam de dominar os céus. É um bom título para os que procuram este tipo de experiências, especialmente para o público PlayStation 3 que não tem outra alternativa.

7 /10

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.