Star Wars: The Force Unleashed

Sentir a força em ti eu consigo.

Nem sempre foi fácil para os fãs desta grande saga do cinema digerir as adaptações para videojogo. Apesar do potencial ser enorme e as possibilidades inúmeras, raros foram os jogos que se mostraram à altura do nome. A maioria sempre ficou atrás do que de melhor se fazia nos seus géneros, sendo que raramente reuniam as condições para convencer outros que não os fãs, os únicos com força de vontade suficiente para minimizar os problemas. Um número reduzido de títulos baseados nesta saga conseguiram deixar a sua marca e alguns tornaram-se mesmo referências. Talvez tenha chegado a hora de adicionar mais um a essa pequena lista.

Com a chegada da actual geração, a esperança regressou e desde cedo The Force Unleashed deixou antever que poderíamos receber um jogo digno da saga dos sabres de luz. As tecnologias implementadas provaram-se inovadoras e entusiasmantes do ponto de vista do jogador pois prometem várias características nunca antes vistas.

Para aguçar ainda mais o apetite de todos os fãs, Star Wars: The Force Unleashed é considerado como parte oficial da história de "A Guerra das Estrelas" e conta-nos acontecimentos decorridos entre “A Vingança dos Sith” e “Uma Nova Esperança”. Um período de tempo com grande capacidade de exploração e do qual pouco ou nada se sabe. À excepção dos pequenos detalhes revelados por personagens durante os filmes, esta será a primeira vez que vamos conhecer algo decorrido neste período.

Em Force Unleashed assumimos o papel de um jovem aprendiz, treinado em segredo por Darth Vader e consequentemente convertido para o lado negro da força. O Aprendiz será é o lacaio de Vader, realizando as missões que lhe são conferidas. Nada se sabe sobre o seu passado ou como conheceu Vader e será de esperar que tal venha a ser desvendado no jogo, podendo vir a ser muito importante na história. Por enquanto apenas podemos aguardar para saber mais.

1
O poder da força está connosco

Sejam qual for o vosso estado de espírito perante o jogo, receosos por mais um mau jogo ou entusiasmados com a chegada da saga a esta geração, a verdadeira satisfação não tardará em surgir com o verificar que este é o jogo que melhor representa os poderes da força. Especialmente na forma como os aplica na jogabilidade.

Após uma breve passagem pelo mais do que útil tutorial, ficamos a saber como usar o “force grip”, uma das técnicas mais importantes e mais úteis. Pressionando RT, o Aprendiz agarra um objecto, são inúmeros espalhados pelo cenário, e usando os dois analógicos controlamos o objecto, analógico esquerdo move na horizontal enquanto que o direito move na vertical. Altamente intuitivo, demora apenas o tempo do tutorial a aprender, cerca de 30 segundos, e depois apenas temos que usar esta técnica para ganhar mais prática.

Com o "peso" que esta técnica altamente inovadora e muito bem implementada tem, toda a jogabilidade centra-se em seu redor. A forma como abordamos os combates e desafios, podem na maior parte do tempo contar com sua influência e a qualquer momento podem recorrer ao “force grip” para vencer os inimigos. Além de ser um deleite visual, é muito útil.

Salta para os comentários (12)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Jogos Project Zero poderão receber mais remasters

Koei Tecmo ficou surpresa com as reações.

Netflix não comprará estúdios de jogos a torto e a direito

Estará atenta a oportunidades que façam sentido.

Abertas as reservas para Cotton 100% e Panorama Cotton

Strictly Limited Games e ININ Games celebram 30 anos da série.

Vídeo | Lootbox #34 LIVE - Em direto com a comunidade

Junta-te a nós pelas 16h de Portugal, 12h no Brasil.

Comentários (12)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários