Novos detalhes de Chinatown Wars

Jogo tem mais linhas de código do que San Andreas!

A última edição da revista EDGE revelou mais alguns detalhes de GTA: Chinatown Wars, o primeiro jogo da série a ser produzido para a pequena DS da Nintendo.

Entre as novidades está o nível de longevidade do jogo. Todos nós já sabemos que CW vai ser mais longo do que Vice City e Liberty City Stories (ambos para a PSP), mas a revista adiantou que GTA para a DS tem mais linhas de código do que San Andreas. Além disso, a equipa de produção também tem o dobro dos elementos daquela que produziu os títulos para a PSP.

As outras novidades prendem-se com as opções que o jogo oferece. Agora, na vez de nos deslocarmos a uma Ammunation, podemos comprar as armas via internet, usando um PDA. Passados alguns segundos estas aparecem nas "safehouses".

Pela primeira vez num GTA será possível repetir as missões, bastando para isso aceder ao menu de jogo e escolher a respectiva opção. Se quiserem apenas algumas horas de diversão, e se destruir a cidade com granadas e "molotovs" parece-vos uma boa ideia, então fiquem a saber que estas são lançadas usando a tecnologia de ecrã táctil da Nintendo DS.

Os mini-jogos, tão característicos da série, também vão marcar presença em Chinatown Wars, e o melhor de tudo é que usam a tecnologia táctil da consola. O jornalista da EDGE descreveu dois deles. Num o jogador tem de montar uma sniper rifle, e de seguida assassinar um alvo predefinido. O outro é bastante peculiar, já que para pagar as portagens o jogador terá de empurrar a moeda para dentro da máquina.

GTA: Chinatown Wars promete não deixar ninguém indiferente, tirando total partido da plataforma para o qual está a ser produzido. Infelizmente ainda vamos ter de aguardar até dia 20 de Março, altura em que o jogo vai sair no mercado Europeu.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (6)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários