Naruto: Ultimate Ninja Storm

Naruto chegou para vos surpreender. Acreditem!  

Naruto dispensa quaisquer apresentações. Praticamente já todos conhecem o ninja mais imprevisível de sempre e todo o grupo de interessantes personagens que o rodeiam. Quer seja no mundo da animação ou no mundo da banda desenhada Japonesa, Naruto ocupa lugar de destaque entre as mais famosas séries criadas nos últimos tempos. A obra de Masashi Kishimoto já conquistou sucesso mundial de várias formas e os videojogos são uma delas.

Para a sua primeira incursão na Playstation 3 a expectativa é mais do que muita, Naruto: Ultimate Ninja Storm está a cargo da Cyberconnect2 que é a responsável pelas séries Naruto: Ultimate Ninja na Playstation 2 e Ultimate Ninja Heroes na PSP. A companhia conta já com 6 jogos Naruto no seu currículo, dois deles ainda não chegaram à Europa, e neste salto para a nova geração Sony é notório tanto o maior poder da consola como a experiência acumulada com o criar dos anteriores. Esta experiência faz com que sejamos contemplados com versões melhoradas dos agradáveis mini-jogos que a companhia criou e um sistema de combate melhorado e refinado com algumas novidades.

Em Ultimate Ninja Storm somos presentados com o modo “Ultimate Mission”, modo este que nos leva a viver, ou a reviver, as aventuras deste carismático ninja. Somos colocados na vila de Konoha, na qual podemos passear livremente, tendo que completar as missões que nos são propostas. Mais do que apenas um jogo de luta, Ultimate Ninja Storm oferece-nos uma aventura com Naruto que será percorrida neste modo que está dividido por arcos de história, tendo início com o “Genin Training” e indo até ao “Sasuke retrieval”. No entanto em “Ultimate Mission” o ninja gabarolas não vive as aventuras como habitualmente, ele recorda-as, e como tal, as missões correspondentes à história são chamadas de “Flashback Missions”.

Para conseguir aceder às missões “Flashback” é preciso obter a experiência necessária, experiência essa que é ganha ao cumprir as missões “livres” que consistem em cumprir tarefas que nos são pedidas pelos habitantes da vila. Com alguma variedade, estas tarefas podem ir desde uma simples troca de itens, subir árvores ou lutar como treino, perseguir pela floresta o pequeno Gamakichi saltando de árvore em árvore, ou reunir os condimentos necessários para a criação de um novo ramen. Tudo tarefas inseridas no contexto da série que serão facilmente reconhecidas pelos fãs que ficarão certamente agradados com a forma como a série é tão fielmente retratada.

3
Explorem Konoha livremente como sempre desejaram....pelo menos eu desejei!

As missões estão divididas por escalões de dificuldade e temos as missões de história, “Flashback”, e as missões “livres” que estão divididas por nível de dificuldade S, A, B, C e D. Por consequência, quanto mais avançam na história mais personagens conhecidas vão surgindo espalhadas pela aldeia de Konoha que nos dão novas missões livres para que seja possível adquirir experiência e continuar com as missões de história. Algumas missões estão relacionadas com objectivos como jogar determinado número de horas, dar determinado número de passos e destruir determinado número de objectos. Tarefas que facilmente poderiam ter sido aplicadas na forma de troféus.

Se jogaram a demo de Ultimate Ninja Storm constataram que a Cyberconnect2 criou um sistema de combate diferente dos jogos de luta tradicionais. Aqui não temos uma perspectiva lateral mas sim uma câmara móvel que tem sempre como foco principal o adversário. As perspectivas alternam, e são várias, mas o inimigo é sempre o alvo da sua atenção e resulta sem falhas e muito bem. Os combates decorrem de forma fluída e rápida, conseguindo captar na perfeição todo o dinamismo e adrenalina dos fantásticos combates do desenho animado.

Lê o nosso Sistema de Pontuação

Salta para os comentários (18)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (18)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários